Curiosidades » Família real britânica

As damas de companhia de Elizabeth II recebem salário?

A posição na corte britânica exige lealdade e dedicação, mas você sabe se as escudeiras da rainha são pagas para isso?

Alana Sousa Publicado em 24/04/2021, às 12h00

Elizabeth II e Lady Susan Hussey
Elizabeth II e Lady Susan Hussey - Divulgação

Pequeno é o círculo íntimo de pessoas de confiança da rainha Elizabeth II. Entre sua própria família, repleta de filhos, netos e bisnetos, as damas de companhia se destacam por estarem sempre próximas da monarca.

As fiéis escudeiras da soberana são encarregadas desde tarefas mais simples, como receber as correspondências e entregar buques de flores, até deveres reais, como representar a rainha em eventos que ela não pode comparecer.

Muito se especula sobre essa posição tão estimada, afinal, não é surpresa que Elizabeth II não cultive tantos amigos, ocupando um dos cargos mais importantes da Europa — e do mundo. As poucas mulheres selecionadas, especialmente pela monarca, atingem patamares inalcançáveis para os plebeus.

Entre as damas de companhia mais famosas, Lady Susan Hussey pode ser considerada a mais próxima à rainha. A mulher, que conheceu Elizabeth ainda na década de 1960, segundo a revista L’Officiel, é considerada a ‘Monitora Chefe Número Um’ do Castelo de Windsor.

Lady Susan ao lado de Elizabeth em montagem / Crédito: Divulgação/ YouTube/ Wogg26

 

Embora seus deveres se concentrem em eventos reais e outros compromissos relacionados à vida na corte, Hussey conseguiu ultrapassar esse limite. Susan foi convidada para ser a madrinha do príncipe William e, devido ao seu título Dama Grã-Cruz da Ordem Real Vitoriana, deve ser a representante da soberana britânica em funerais e eventos que exijam a presença da chefe de Estado.

Um dos exemplos de seu importante trabalho foi observado no último sábado, 17, no funeral do príncipePhilip, que veio a óbito aos 99 anos de idade. Durante todo o tempo, Hussey ficou ao lado da rainha, sendo uma das 30 pessoas que compareceram ao último adeus ao Duque de Edimburgo.

Lealdade acima de tudo

As funções se diferenciam, algumas damas de companhia são responsáveis por ajudar Elizabeth a se vestir e se deitar para dormir, conhecidas como ‘Mulheres do Quarto’, conforme explicou a Hello Magazine.

Já outras, são responsáveis por cuidar do guarda-roupa e organizar as tarefas das outras funcionárias — essas são as ‘Senhoras das Túnicas’. Ainda assim, um traço constante em todas as mulheres é a lealdade.

Lady Di ao lado de Susan / Crédito: Divulgação/ YouTube/ Wogg26

 

Elas, acima de tudo, precisam demonstram companheirismo e disponibilidade para acompanhar e atender a soberana quando for necessário. Os requisitos estão ligados diretamente a uma das partes mais especuladas pelos admiradores da família real: o salário.

Para a surpresa de alguns, este trabalho é isento de remuneração, contando apenas com a boa vontade e fidelidade a corte inglesa. Entretanto, para as senhoras, a satisfação vem exatamente da servidão.

As damas muitas vezes são originárias de famílias nobres, fazendo com que o pagamento em dinheiro não seja tão importante, já que elas nasceram ricas. Hussey, por exemplo, era filha do 12º Conde de Waldegrave e, por anos, foi casada com o falecido presidente da BBC, Marmaduke Hussey.

Essa lealdade deve ser cumprida até o final de suas vidas, as damas jamais podem se afastar de seus compromissos reais. Ajudantes, amigas e escudeiras de Elizabeth, a posição que é quase impossível de ser alcançada conta ainda com a sutileza; gerando ainda mais mistério em torno das dedicadas damas de companhia.


+Saiba mais sobre a família real britânica por meio das obras disponíveis na Amazon:

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

A Brief History of the Private Life of Elizabeth II, Michael Paterson (2012) - https://amzn.to/394Qjsq

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

Vitória, a rainha: Biografia íntima da mulher que comandou um Império, Julia Baird (2018) - https://amzn.to/2T9uEuc

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7