Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Curiosidades / Amy Winehouse

Back to Black: Veja o que é fato ou ficção no filme sobre Amy Winehouse

Disponível nos cinemas brasileiros, Back to Black retrata a vida pública e íntima de Amy Winehouse, um dos maiores nomes da história da música

por Thiago Lincolins

tlincolins_colab@caras.com.br

Publicado em 19/05/2024, às 14h42 - Atualizado às 15h03

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Amy Winehouse: realidade e ficção - Getty Images e Divulgação
Amy Winehouse: realidade e ficção - Getty Images e Divulgação

Com uma voz única, Amy Winehouse tem o seu nome marcado na história da música como uma das grandes e talentosas artistas de seu tempo. Agora, sua curta trajetória é relembrada no filme "Back to Black", disponível nos cinemas brasileiros.

Ao longo da carreira, a vida pessoal da cantora também foi capa de revistas de fofoca e até hoje intriga diferentes idades. Enquanto esgotava casas de show e vendia milhões de discos, Amy vivia uma turbulenta relação com Blake Fielder-Civil, seu marido. Com o vício em drogas, o casal era frequentemente perseguido por paparazzi e protagonizava escândalos públicos.

Assim como todo filme baseado em fatos, "Back to Black" mistura fato e ficção. Confira abaixo alguns desses momentos. Atenção, os próximos parágrafos apresentam spoilers do filme!

1. O encontro (fato)

No longa, Amy, interpretada por Marisa Abela, se dirige até um pub após uma turbulenta reunião com a gravadora. Deixando os problemas de lado, ela se depara com Blake Fielder-Civil, vivido por Jack O'Connell. Foi amor a primeira vista.

O filme seguiu os fatos a respeito do primeiro encontro. Amy e Blake se conheceram no pub The Good Mixer, localizado em Londres. Durante entrevista, o ex-marido da artista relembrou o primeiro encontro.

"Nós nos conhecemos em um pub chamado Good Mixer em Camden", relembrou ele ao Daily Mail. "Eu tinha acabado de ganhar uma boa vitória nas casas de apostas, então fui ao pub comemorar, abri a porta e Amy foi a primeira pessoa que vi e foi isso. E daquela noite em diante começamos nosso tortuoso caso de amor".


2. Porta de entrada das drogas (falso)

Winehouse nunca escondeu o uso de maconha, no entanto, o filme chama atenção ao mostrar que ela usou drogas pesadas pela primeira vez sozinha. No entanto, Blake já admitiu em entrevista que foi o responsável por introduzir a ex-esposa no consumo.

Marisa Abela como Amy Winehouse em novo filme - Divulgação / Universal Pictures

"Eu estava fumando e ela me perguntou se poderia tentar. Eu acho que deveria ter sido mais enérgico ao dizer não. Mas o fato é que mesmo se eu tivesse negado, ela acabaria experimentando", afirmou ele em entrevista, conforme repercutido pelo Extra. "Eu admito que estava lá quando Amy experimentou heroína, e sei que foi culpa minha. Não acho que ela teria tentado usar a droga sem mim. O negócio é que você não fica dependente logo na primeira vez que usa. Leva um tempo para você se tornar um viciado".


3. Maternidade (verdadeiro)

Em diferentes momentos, o filme mostra que Amy queria formar uma família com Blake. Essa é mais uma passagem verídica do longa-metragem. 

"Embora eu ame música, adoraria ter uma família e isso é o mais importante para mim", disse a artista em entrevista ao Daily Mail. 


4. Festival (verdadeiro)

Outro momento que chama atenção é quando Amy se apresenta no famoso festival Glastonbury, em 2008. Na ocasião, a artista repreende fãs que a vaiaram no momento em que ela cita o seu marido.

Para o filme, explica a diretora, Sam Taylor-Johnson, Abela estudou detalhadamente a apresentação de Winehouse naquele dia.

A cantora Amy Winehouse - Getty Imagens

Ela repetiu "cada gesto de mão e dedo, cada revirar de olhos, cada nuance. Tínhamos um vídeo mostrando a performance real ao lado de um monitor mostrando o que estávamos filmando", disse ela, como repercutido pelo Usa Today.


5. Grammy através do telão (verdadeiro)

Em 2008, Amy se tornou destaque no Grammy ao ser indicada em seis categorias e venceu cinco delas. Como mostrado no filme, ela não participou presencialmente da premiação em Los Angeles, nos Estados Unidos. Isso porque a artista teve o visto negado pelo governo dos EUA.

Na época, a artista estava internada numa clínica de reabilitação e se apresentou via satélite. "Amy está progredindo e, apesar de desapontada com a decisão, está concentrada em sua recuperação", disse o representante da artista em comunicado na época.


6. Racaída (falso)

Marisa Abela como Amy Winehouse em cinebiografia - Divulgação / Universal Pictures

Já nos momentos finais de "Back to Black", um paparazzi surpreende Amy ao questioná-la sobre a gravidez da nova namorada de Fielder-Civil. Assim, as cenas dão a entender que a cantora teve uma recaída e, pouco depois, foi encontrada sem vida, o que não foi provado na realidade, explica a Slate.

Na época, Amy já vivia outro relacionamento e morreu dois meses após o nascimento da criança, entretanto, não existem provas de que uma recaída tenha sido relacionada ao evento.