Curiosidades » Música

80 anos de Bob Dylan: Veja 5 curiosidades históricas sobre o artista

O maior nome da história do folk se consagrou com grandes hits protestantes ao longo de cinco décadas de carreira

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 25/05/2021, às 12h00

Bob Dylan durante apresentação
Bob Dylan durante apresentação - Getty Images

Em 24 de maio de 1941 nascia na cidade de Duluth, em Minnesota, nos EUA, o símbolo máximo da voz e violão na história da música moderna; Robert Allen Zimmerman foi responsável por popularizar no mundo o gênero folk, se tornando internacionalmente conhecido como Bob Dylan.

Ao longo de seus recém-completados 80 anos de vida, o cantor totalizou mais de 50 deles se dedicando a música, sendo referência com as canções "Like a Rolling Stone" e "Blowin in the Wind".

Para comemorar seu aniversário, o site Aventuras na História separou alguns fatos curiosos envolvendo este grande nome da música contemporânea.

Confira 5 curiosidades históricas no aniversário de 80 anos de Bob Dylan.

1. Outros nomes

Antes da fama, o cantor chegou a montar bandinhas acústicas durante a juventude antes de tocar suas próprias composições sozinho. Durante essa fase, usou os nomes Bob Dillion e Elston Gunn até encontrar um nome artístico perfeito inspirado no poeta britânico Dylan Thomas, passando a se apresentar como Bob Dylan a partir de 1959, como levanta a Pencils.


2. Clássico atemporal

Logo nos primeiros anos de carreira, lançou o clássico "Like a Rolling Stone", cuja canção foi eleita a melhor música de todos os tempos justamente pela mais importante revista de música do mundo, a Rolling Stone, que nasceu inspirada pela faixa.

 

Além disso, a banda homônima de Mick Jagger teve o nome escolhido também pela canção. Ainda naquele ranking, outras 12 canções compostas por Dylan figuram as 500 mais importantes da história até então.


3. Homem de palavra

Apesar de estar em seu auge no ano de 1969 e morar na época a menos de uma hora do local de realização, o cantor recusou o convite para tocar no lendário festival de Woodstock, justificando que já tinha confirmado a presença em um festival que ocorreria simultaneamente na Ilha de Wright contando com os Beatles como convidados — além de um cachê de 35 mil libras.


4. O quinto beatle

A relação com os Beatles sempre foi de admiração mútua, com Bob sendo uma inspiração — e de acordo com Paul, conforme repercutido pela Fox News, sendo o primeiro a apresentar a maconha aos membros, em uma data atribuída a agosto de 1964, durante a primeira turma dos britânicos nos Estados Unidos.

Ainda relatos de que, no ano seguinte, Bob e John Lennon estiveram em estúdio para fazer algumas gravações juntos, porém, nunca tiveram uma faixa concluída, divulgada ou encontrada.


5. Protesto histórico

Dylan, que é judeu, teve a oportunidade de visitar um dos palcos que marca o sofrimento de seu povo. Em 1978, esteve em Nuremberg, na Alemanha, com uma apresentação agendada no estádio Zeppelinfeld, onde Adolf Hitler realizou famosos discursos.

Buscando apagar as ações do líder nazista, Bob solicitou que o palco fosse instalado do lado oposto ao habitual para que a multidão de 80 mil pessoas dessem as costas ao palanque do ditador, como registrou o The New York Times.


+Saiba mais sobre esse assunto em grandes obras disponíveis na Amazon: 

Como Ouvir e Entender Música, de Aaron Copland (2017) - https://amzn.to/3c8V7ht

Falando de música, de Leandro Oliveira (2020) - https://amzn.to/2xkz6O5

As raízes do rock, de Florent Mazzoleni (2014) - https://amzn.to/2QKcltX

Breve História do Rock, de Ayrton Mugnaini Jr. (2007) - https://amzn.to/2uuJ6Cu

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W