Curiosidades » Bizarro

Briga por audiência: quando o SBT ligou para a Globo em programa ao vivo

Em 2010, Ratinho competia com a novela Passione pela atenção dos brasileiros. Um dia, com o atraso do programa, o apresentador decidiu fazer um pedido inusitado

Pamela Malva Publicado em 17/04/2020, às 10h00

Imagem meramente ilustrativa dos bastidores de um programa de televisão
Imagem meramente ilustrativa dos bastidores de um programa de televisão - Divulgação/Pixabay

Fundado em 1981, o SBT é um dos maiores e mais amados canais do Brasil. Com programas populares e artistas bastante conhecidos em todo o país, a empresa conta com milhares de telespectadores todos os dias.

Especialista em programas de auditório, o canal conta com apresentadores de alto nível, como Silvio Santos, Raul Gil e Eliana. Ao lado deles, um dos mais influentes, que está no ar há anos, é Carlos Massa, o famoso Ratinho.

Exibido pela primeira vez em setembro de 1998, o Programa do Ratinho é cheio de quadros divertidos e representa o mais puro entretenimento brasileiro. Todavia, entre piadas e jogos que chamam atenção, o programa já se envolveu em diversas polêmicas.

Por se apresentar ao vivo, Ratinho já cometeu várias gafes frente ao público e, por diversas vezes, falou coisas que não deveria. Nesse sentido, um dos episódios mais icônicos da história do programa envolveu a Globo, principal concorrente do SBT.

Carlos Massa, o famoso Ratinho / Crédito: Wikimedia Commons

 

Um apresentador revoltado

Em dezembro de 2010, a Globo apresentava episódios da novela Passione todos os dias, no horário nobre das 21h. Com atores como Tony Ramos, Fernanda Montenegro e Mariana Ximenes, o programa apresentava um grande índice de audiência.

Ao fim de cada capítulo, os telespectadores da Globo costumavam trocar de canais e, eventualmente ou de propósito, caíam direto no Programa do Ratinho. Assim, Carlos Massa via sua audiência aumentando gradativamente durante a noite.

Era assim todas as noites e o apresentador já estava mais do que acostumado. Um dia, entretanto, determinado episódio de Passione demorou demais para acabar. EM segundos, Ratinho percebeu que seus números não estavam crescendo por culpa do atraso da emissora concorrente, e ficou indignado.

Sem muita saída — ele tinha que apresentar um programa ao vivo —, Carlos Massa decidiu tomar medidas inusitadas. Sentado em sua mesa, na frente de diversas pessoas que assistiam ao seu show, ele pediu que o número da Globo fosse discado.

Cena decisiva da novela Passione, da Globo / Crédito: Wikimedia Commons

 

Uma ligação fora do comum

“Liga lá na Globo”, Ratinho exigiu. “Eles precisam terminar a novela. Eles combinam com a gente uma coisa e a novela ainda está no ar”, disse indignado, enquanto esperava o telefonema ser atendido em São Paulo.

Ao som de cada toque, a plateia batia palmas e aguardava curiosa. Rápido e ainda revoltado, Ratinho explicou: “vamos perguntar que horas termina o capítulo, porque nós não temos mais assunto para colocar no ar”.

Do outro lado da linha, um funcionário do setor de coordenação da Globo atendeu às chamadas. Desavisado, ele perguntou com quem estava falando. “Aqui é do Programa do Ratinho”, o apresentador do SBT disparou.

“A gente fica esperando todo dia vocês terminarem a novela pra gente colocar as coisas no ar. Vocês não terminam nunca”, Rainho explicou, rindo. Com o telefone em mãos e bastante surpreso, o funcionário da Globo caiu no riso.

“Eu não acredito”, disse. Ratinho, com todos os seus anos de experiência nas costas, respondeu: “Corta a novela para a gente subir [a audiência] um pouco”. O pedido, contudo, teve de ser declinado porque, segundo o funcionário, quem cuidava das novelas era a Globo do Rio de Janeiro.

Ratinho durante o programa, esperando a ligação ser atendida  / Crédito: Divulgação/Youtube

 

Outras polêmicas

Enquanto o episódio da Globo acabou sendo tratado por ambos os lados como uma piada, Ratinho já se envolveu em diversas polêmicas realmente complicadas. Como quando ele chutou a caixa onde Milene Pavorô, uma assistente, estava escondida.

Após a agressão, a mulher saiu do palco desconcertada e chorando. Ainda ao vivo, Ratinho apenas fez piada da situação e continuou com o programa. Mais tarde, Milene afirmou que o apresentador não teria feito por mal: ele não sabia que ela estava alí.

Por diversas vezes, Ratinho criticou outros artistas e fez comentários impróprios durante suas apresentações. Em determinada noite, ele chegou a questionar até mesmo a Lei Rouanet em mais uma das várias polêmicas televisivas nas quais o apresentador se envolvia constantemente.