A casa abandonada no meio de uma rodovia

Na última semana, um grande mistério envolvendo uma casa móvel chamou a atenção de muitas pessoas no estado do Texas, nos EUA

Redação Publicado em 05/09/2021, às 09h00

A casa encontrada
A casa encontrada - Divulgação/Polícia do Condado de Kaufman

O abandono de veículos não é algo incomum no Brasil. Na verdade, há uma grande incidência de carros, geralmente antigos, deixados para trás, assim como ocorre com residências. Mas nunca se ouviu falar em uma casa perdida no meio de uma rodovia em nosso país ou, pelo menos, não nos últimos tempos.

Nos Estados Unidos, onde há uma enorme quantidade de pessoas que vivem em trailers, isso seria mais passível de ocorrer. Em matéria de 2015, a BBC informou que, somente na cidade de Tucson, no Arizona, havia 17 mil veículos como esse à época. Não muito longe, uma casa móvel provocaria um grande transtorno esta semana.

O mistério

Era dia 31 de agosto, terça-feira, quando um grande mistério envolvendo uma casa móvel surgiu no condado de Kaufman, no Texas. Imediatamente, segundo informou o UOL, policiais locais receberam uma missão: encontrar seu dono e entender a razão para o abandono.

Muitas pessoas vivem em trailers nos EUA / Crédito: Getty Images

 

Mistério de rodas

Conforme informações fornecidas pelo gabinete do xerife de Kaufman, a casa encontrada estava em um trailer na estrada da Farm-to-Market 2578. Porém, as autoridades se atentaram ao fato de que o veículo de reboque não estava presente no local.

Os agentes explicam que, na terça-feira, 31, motoristas que passavam pela região, acionaram a polícia, avisando que a presença da casa atrapalhava o fluxo de carros na rodovia.

Buscando ajuda

Para tentar encontrar o dono, a equipe de investigadores pediu ajuda à população por meio do perfil do gabinete no Facebook.

 

"O Gabinete do Xerife do Condado de Kaufman precisa de sua ajuda para localizar o proprietário e/ou empresa de transporte deste trailer que foi deixado na FM 2578 bloqueando a estrada", dizia a publicação.

E não é que deu certo? Em menos de 24 horas, os policiais conseguiram contatar o proprietário da casa móvel. No entanto, não foram esclarecidos nem a identidade do dono, nem o motivo para se desfazer do veículo.