Curiosidades » Mitologia

Como surgiu a expressão 'Calcanhar de Aquiles'?

Utilizado para demonstrar o ponto fraco de uma pessoa, o termo tem uma origem antiga e peculiar

Alana Sousa Publicado em 16/01/2021, às 12h00

Pintura 'A morte de Aquiles', de Peter Paul Rubens
Pintura 'A morte de Aquiles', de Peter Paul Rubens - Wikimedia Commons

Quando queremos apontar a fraqueza de alguém, ou algum aspecto que simbolize seu ponto mais vulnerável, regularmente usamos a expressão ‘calcanhar de Aquiles’. A frase que já está enraizada em nossa sociedade moderna remonta a um período distante dos dias atuais e nos leva de volta à Antiguidade.

Um vocábulo tão antigo quanto os próprios deuses do Olimpo sobreviveu a milhares de anos e hoje é difícil encontrar alguém que não saiba o que o termo significa — ou, até mesmo, que nunca tenha falado a frase pelo menos uma vez na vida.

Apesar da popularidade, a origem milenar da expressão pode não ser conhecida por todos. Afinal, como surgiu a sentença ‘calcanhar de Aquiles’?

Origem na Grécia Antiga

O termo faz referência a um dos heróis gregos mais lendários da história: Aquiles, filho do rei Peleu e de Tétis, deusa e uma das muitas ninfas do mar. A lenda afirma que ao nascer, o pequeno garoto foi mergulhado nas tenebrosas águas do rio Estige.

Pintura de Tétis mergulhando Aquiles no rio Estige / Crédito: Wikimedia Commons

 

O mitológico local, que fica nas profundezas do Tártaro, o Reino dos Mortos, é considerado o rio da invulnerabilidade. Quem se banhar nestas águas se tornaria, então, invencível; além disso, o Estige é conhecido por guardar as mais inquebráveis promessas. O desejo da ninfa era que seu filho crescesse e jamais sofresse a ira de nenhum mortal.

Entre muitas figuras que passaram pelo rio, Aquiles é de fato o mais notável. Ainda bebê, Tétis teria segurado o menino pelo calcanhar e molhado o resto de seu corpo com a poderosa água. Porém, ao deixar esta pequena parte de fora do Estige, ela teria ficado desprotegida — tornando-se a única parte do herói totalmente desamparada.

A história conta que o — indefeso — calcanhar foi a causa da morte do herói. Durante a Guerra de Troia, o combatente, que é mencionado no poema épico Ilíada, foi atingido de forma fatal na região, causando seu óbito quase que instantâneo.

A flecha certeira teria sido atirada pelo príncipe Páris, filho do rei de Troia, que, guiado pelo deus Apolo buscava vingar a morte de seu irmão e do filho do homem imortal que perdera a vida nas mãos do valente soldado.

Em entrevista ao site Superinteressante, o mitólogo Henrique Murachco, da Universidade de São Paulo, disse: “Algumas variantes dizem que Aquiles foi flechado no calcanhar por Páris, que conhecia seu segredo. Mas não há citações em Homero sobre a morte do herói”.

Embora considerado invencível, o mito nos mostra que até mesmo Aquiles era suscetível a um ataque bem planejado. Assim como em situações cotidianas, a expressão é uma forma de nos lembrar de que ninguém é imbatível.


+Saiba mais sobre mitologia grega por meio das obras disponíveis na Amazon: 

Mitologia Grega - Caixa 3 Volumes, de Junito de Souza Brandão (2009) - https://amzn.to/2USFkwl

Os mitos gregos: Box com dois volumes, de Robert Graves (2018) - https://amzn.to/3bM8jsK

O livro da mitologia, de Vários Autores (2018) - https://amzn.to/2JuP9eD

Mitologia grega e romana, de P. Commelin (2011) - https://amzn.to/2USZBll

Contos e lendas da mitologia grega, de Claude Pouzadoux (2001) - https://amzn.to/2UXtUaR

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W