Curiosidades » Personagem

Qual era a cor do cavalo de Napoleão?

Uma velha dúvida da infância finalmente respondida

Redação Publicado em 08/11/2019, às 08h00

Uma das mais famosas pinturas de Napoleão Bonaparte
Uma das mais famosas pinturas de Napoleão Bonaparte - Wikimedia Commons

Quem tem tio e tem churrasco de família já ouviu: qual é a cor do cavalo branco de Napoleão? Para quem é filho de filho único, a piada é que "Branco" seria o nome, o cavalo é de outra cor. 

Ok, mas, na História real, qual era a cor?

Muitas. Napoleão não teve só um cavalo — aliás, nem usou apenas cavalos, como veremos. A história de um cavaleiro lutar a vida inteira sobre só um bravo amigo — Alexandre e Bucéfalo, El Cid e Babieca, Dom Quixote e Rocinante — é uma romantização. Um general como Napoleão não poderia se dar ao luxo de se acompanhar por um cavalo só. O animal, afinal, podia se cansar, machucar ou pior — era preciso de reservas.

O branco entrou para a história por conta de convenções artísticas. Usar um cavalo branco ajuda a distinguir o protagonista de outros elementos presentes em uma pintura, por isso o uso frequente.

E, ainda assim, os artistas registraram o general francês em cavalos de várias cores. Jacques-Louis David representou Napoleão Bonaparte sobre um grande corcel branco —  a imagem mais famosa do general em ação, que ilustra esta matéria — em Napoleão Cruzando os Alpes. Porém há um quadro, de 1848, que é uma versão mais realista da mesma cena.

Depois de ver a pintura de David no Museu do Louvre, que julgou implausível (um cavalo empinando no alto de uma montanha?), o pintor de Paul Delaroche decidiu colocar Napoleão montado numa mula castanha. 

Outro pintor, Jean-Léon Gérome, que registrou a invasão francesa ao Egito, mostra o general contemplando as pirâmides sobre um cavalo marrom. Na campanha da Rússia, Napoleão usou uma mula branca.

"Ele deve, sim, ter usado muitos cavalos brancos, mas trocava de montaria durante as batalhas, que eram muito longas", diz a professora da Unesp Beatriz Westin, autora de A Arte como Expressão da Glória — Napoleão Bonaparte.

Um cavalo branco de Napoleão teve seu nome registrado: o árabe Marengo, adquirido em sua campanha no Egito (1799). Marengo estava debaixo de Napoleão em Austerlitz e Waterloo, entre outras (provavelmente não nos Alpes). Seria capturado pelos ingleses, que até mesmo tentaram gerar filhotes dele.

A cor do cavalo branco permanecerá um mistério, mas seu nome era Marengo.


Saiba mais sobrea trajetória de Napoleão Bonarparte através de importantes obras

Napoleão: Uma vida, de Vincent Cronin - https://amzn.to/2WEjwFc

Waterloo: A história de quatro dias, três exércitos e três batalhas, de Bernard Cornwell - https://amzn.to/32c1Ba3 

Rússia contra Napoleão: A batalha pela Europa, de 1807 a 1814, de Dominic Lievin - https://amzn.to/32exuPk

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página. ​