Curiosidades » Personagem

Crianças selvagens: 5 histórias inacreditáveis de jovens que foram criadas por animais

Saiba mais sobre a intrigante saga de pessoas que viveram como animais durante um período da infância

Victória Gearini Publicado em 15/08/2020, às 10h44 - Atualizado às 15h44

Oxana Malaya, em 1991, na Ucrânia
Oxana Malaya, em 1991, na Ucrânia - Divulgação / Youtube / Positivo

A lenda do menino que teria sido criado por lobos no meio de uma selva surgiu pela primeira vez em 1894, no clássico O Livro da Selva, de Rudyard Kipling. Entretanto, o personagem Mogli está longe de ser um caso isolado da literatura e cinematografia. Isso porque existem casos reais de crianças que foram criadas por animais. 

Embora pouco comum, a Síndrome do Mogli trata-se de um distúrbio diagnosticado em jovens que não foram socializadas com indivíduos da mesma espécie, sendo incapazes de interagir com outros seres humanos.

Confira abaixo 5 histórias inacreditáveis de crianças selvagens que foram criadas por animais:

1. Ivan Mishukov

Vítima de maus tratos, o pequeno Ivan Mishukov tinha apenas quatro anos de idade quando fugiu de casa. Ao lado de uma matilha de cães selvagens, a criança viveu por dois anos nas ruas de Reutov, na Rússia. Para sobreviver, ele implorava por comida e compartilhava o que conseguia com os animais, tornando-se uma espécie de líder da matilha.

Ivan Mishukov quando criança / Crédito: Divulgação 

 

Nas longas noites de inverno, o garoto dormia com eles para se esquentar, até que foi resgatado pelas autoridades em 1998, e enviado para um orfanato. Mais tarde, Ivan Mishukov perdeu as características selvagens e foi adotado por uma família.


2. Madina

Um dos casos mais recentes de crianças selvagens é o de Madina, uma menina russa, que em 2013 foi resgatada vivendo com cães. Desde o nascimento até os três anos de idade, a criança compartilhou sua comida com os animais e dormiu com eles na longas noites de inverno. 

Madina vivia com a sua mãe alcoólatra, mas seu pai havia a abandonado logo que a garota nasceu. Proibida de se sentar à mesa, a criança comia ossos jogados no chão junto com os cachorros. Madina foi encontrada nua pelos assistentes sociais e levada sob os cuidados das autoridades de Ufa. 


3. Oxana Malaya

Oxana Malaya foi encontrada em 1991 morando em um canil na Ucrânia. Na época em que foi resgatada, a garota tinha oito anos, mas vivia com os cães desde os dois anos. Os pais da menina eram alcoólatras e, durante à noite, a deixavam do lado de fora da casa. Em uma determinada noite, em busca de se aquecer, a jovem rastejou até o canil da fazenda, onde foi acolhida pelos cães vira-latas que salvaram sua vida.

Oxana Malaya quando criança / Crédito: Divulgação / Youtube / Positivo

 

Quando foi encontrada pelas autoridades, Malaya correu com a língua para fora e latiu. Por anos, a jovem só sabia pronunciar as palavras sim e não. Atualmente, Malaya mora em uma clínica em Odessa e trabalha com os animais da fazenda.


4. Shamdeo

Em 1972, Shamdeo foi encontrado em uma floresta na Índia brincando com filhotes de lobo. Na época, com apenas quatro anos de idade, o garoto possuía dentes afiados, unhas em formato de gancho e calosidades nas mãos, cotovelos e joelhos. 

Com um forte desejo por sangue, o garoto gostava de caçar galinhas e tinha, ainda, o costume de comer terra. No entanto, mesmo após ser encontrado, nunca aprendeu falar — embora soubesse algumas linguagens de sinais. Shamdeo veio a falecer em 1985, com cerca de 17 anos. 


5. Marina Chapman

Em 1954, Marina Chapman, na época com cinco anos de idade, foi sequestrada e largada no meio da selva, onde passou a morar com uma família de macacos-prego. Durante cinco anos, a criança aprendeu a sobreviver sozinha, dormindo em buracos nas árvores e se alimentado de frutas vermelhas, raízes e bananas deixadas pelos primatas.

Marina Chapman aos 17 anos / Crédito: Arquivo Pessoal / Marina Chapman

 

Os animais arrancavam piolhos de seus cabelos e a tratavam como membro do grupo, até que foi avistada por caçadores, em 1959. Posteriomente, Chapman foi vendida para um bordel em Cúcuta, na Colômbia. Após conseguir fugir, a garota refez a sua vida e hoje, com cerca de 70 anos, vive em Yorkshire, com a sua nova família.


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras disponíveis na Amazon: 

Mogli: O menino lobo, de Rudyard Kipling (2016) - https://amzn.to/3fRZDDi

Os livros da selva, de Rudyard Kipling (2015) - https://amzn.to/2WHAkw6

Mogli, o menino lobo : Toque e sinta contos de fada, de Yoyo Books (2018) - https://amzn.to/30xded0

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W