Curiosidades » Família imperial britânica

The Crown: Onde foi filmada a quarta temporada da série que acompanha a família real?

Descubra algumas das localizações históricas onde se passam as cenas da série icônica

Ingredi Brunato Publicado em 26/11/2020, às 17h30

Imagens da nova temporada de The Crown
Imagens da nova temporada de The Crown - Divulgação/Netflix

A série biográfica The Crown, produzida pela Netflix, que acompanha a vida da Rainha Elizabeth II e, por extensão, os diferentes períodos pelo qual passou a Coroa Britânica, impressiona seu público desde sua estreia em 2016 com suas cenas impecáveis. Isso não apenas por sua fotografia muito bem-feita, mas também pelos cenários de tirar o fôlego. 

A melhor parte é que eles são todos planejados nos menores detalhes para simular as localizações reais onde os membros da Família Real realmente viveram os eventos retratados na produção. Aqui, iremos falar sobre alguns dessas construções cujas paredes já viram muitas decisões históricas serem feitas. 

Palácio de Buckingham

Foto de Palácio de Buckingham / Crédito: Wikimedia Commons 

 

O majestoso palácio, que é a residência oficial da Família Real desde a década de 1830, não poderia faltar em uma série que pretende contar a história da Rainha da Inglaterra. Como não é possível simplesmente entrar lá para gravar os episódios, os deslumbrantes salões da construção precisaram ser recriados no set de gravação de The Crown

Um dado interessante é que alguns cômodos do icônico palácio costumam ser abertos ao público na estação da primavera (que vai de julho a setembro na Inglaterra), oferecendo visitas guiadas aos curiosos por um ingresso de 85 euros. Em 2020, a pandemia atrapalhou esse tipo de evento, porém no ano que vem a previsão é que ocorra normalmente. 

Castelo de Balmoral 

Fotografia de Castelo de Balmoral / Crédito: Wikimedia Commons 

 

O Castelo de Balmoral é outra construção famosa, servindo como casa de verão da realeza britânica. A residência privada está localizada na Escócia, e também abre alguns de seus espaços para visita em datas específicas durante o ano. 

Para gravar os acontecimentos que se passam no castelo, The Crown escolheu uma opção próxima o suficiente: a casa baronesa Ardverikie Estate, que conta com uma arquitetura gótica do século 19, e fica no norte da Escócia. 

Número 10 da Downing Street

Fotografia de Número 10 da Downing Street / Crédito: Wikimedia Commons 

 

Com o avanço das temporadas da série, chegamos ao momento que a personagem de Margaret Thatcher (1925 - 2013) foi introduzida. E, com ela, veio o famoso endereço onde os primeiros-ministros britânicos moram e trabalham durante seu período no poder. 10 Downing Street é a versão inglesa da Casa Branca norte-americana, e o Palácio da Alvorada brasileiro. 

Essa localização, em especial, permanece com as portas fechadas para o público (embora exista um tour virtual para saciar a curiosidade dos interessados), de forma que foi outro local que precisou ser simulado no set de gravação da produção da Netflix. 

 Hotel Savoy 

Fotografia de Hotel Savoy por dentro / Crédito: Getty Images 

 

Esse hotel cinco estrelas da cidade de Londres tem a honra de poder afirmar que já foi visitado pela Família Real diversas vezes ao longo dos anos. Na quarta temporada de The Crown, especificamente, a personagem de Princesa Diana tem uma cena em que chega de carro no luxuoso local, de forma que apenas a gravação de sua fachada foi necessária. 

Não existem visitas guiadas nesse prédio também — seus 267 quartos são só para quem tem dinheiro para pagá-los. A opção mais “em conta” é ir comer no buffet do local durante o tradicional chá da tarde. 

Catedral de St Paul

Fotografia da Catedral de St Paul / Crédito: Wikimedia Commons

 

A Catedral de São Paulo de Londres foi construída no século 17 e é um local muito marcante na história da Inglaterra. Entre outros eventos célebres, foi essa a basílica que hospedou o casamento da Princesa Diana com o Príncipe Charles

A equipe de The Crown, também nesse caso, selecionou uma construção similar onde pudesse reencenar alguns dos icônicos eventos. A escolhida para tanto foi a Catedral de Winchester, que também é uma das maiores catedrais britânicas, e foi finalizada no século 16. 


+Saiba mais sobre a rainha Elizabeth II e a família real nas obras disponíveis na Amazon:

A Real Elizabeth, Andrew Marr (2012) - https://amzn.to/2I62WYs

Elizabeth I - O Anoitecer de um Reinado, Margaret George (2012) - https://amzn.to/2FBPL08

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II, Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2PxUxAW

Queen Elizabeth II: The Biography, University Press (2019) - https://amzn.to/2Tatq1f

A Brief History of the Private Life of Elizabeth II, Michael Paterson (2012) - https://amzn.to/394Qjsq

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du