Curiosidades » Civilizações

A curiosa origem da palavra 'restaurante'

No século 18, pequenos locais deram origem ao que conhecemos hoje como restaurantes

Lia Hama Publicado em 09/03/2021, às 09h00

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Imagem de donterase por Pixabay

Local público, com mesas, cadeiras, garçons, cardápio variado e carta de vinhos? A imagem do restaurante atual pouco tem a ver com os primeiros estabelecimentos do tipo.

Nascidos em Paris na segunda metade do século 18, os restaurantes estavam mais para hospitais que para ponto de encontro para saciar o apetite.

Conhecidos a princípio também como casas de saúde, eles eram pequenos lugares que vendiam um caldo à base de carnes preparado para “restaurar” as forças de pessoas fracas ou debilitadas.

Por isso passaram a ser chamados também de restaurants – está aí a origem do nome dos estabelecimentos. No início, ofereciam poucas refeições sólidas, já que a atração principal eram os tais caldos para pessoas doentes.

De acordo com o livro História da Alimentação, o estopim para a propagação dos restaurantes nos moldes atuais foi o caso Boulanger, ocorrido em 1765. Boulanger (não se sabe o primeiro nome) era proprietário de uma casa de saúde perto do Louvre que não se contentava em servir apenas os caldos.

E passou a oferecer também pés de carneiro ao molho branco. A atitude foi considerada uma afronta pela corporação dos traiteurs, fornecedores de alimentos que detinham o monopólio da preparação de cozidos.

Revoltados, eles abriram um processo contra Boulanger, mas a Justiça de Paris deu razão ao último. A decisão abriu espaço para que outros donos de casas de saúde ampliassem seus cardápios culinários, dando origem a novos estabelecimentos.

Uma historiadora da University College de Londres, na Inglaterra, porém, lançou uma polêmica em 2000 pelo pioneirismo que até hoje não está bem resolvida. Segundo Rebecca Spang, autora do livro A Invenção do Restaurante, o tal Boulanger, apontado em diversas fontes como o disseminador do restaurante, nunca existiu.

Em mais de quatro anos de estudo, a pesquisadora afirma não ter encontrado qualquer referência a ele em documentos do século 18. Para ela, o que há a respeito do sujeito são apenas lendas.

E diz ainda que o inventor do restaurante foi um homem chamado Mathurin Roze de Chantoiseau, um francês que teria aberto o primeiro estabelecimento do gênero em 1766, também em Paris.

Até a Revolução Francesa, em 1789, aliás, havia apenas uma centena de restaurantes no país. Depois, em poucas décadas o número explodiu: em 1830, já eram mais de 3 mil restaurantes. E, de lá pra cá, se espalharam para o mundo.