Curiosidades » Personagem

Da depressão a causas ambientais: 5 fatos sobre Greta Thunberg

A jovem ativista tem apenas 18 anos e já é conhecida mundialmente pelas causas ambientais e discursos na ONU

Larissa Lopes, com supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 03/02/2021, às 16h48

Greta Thunberg discursando em marcha climática de Montreal, Canadá
Greta Thunberg discursando em marcha climática de Montreal, Canadá - Getty Images

A jovem sueca Greta Tintin Eleonora Ernman Thunberg começou sua jornada de reconhecimento mundial em 2018. Com apenas 15 anos, ela faltou à aula para levantar um cartaz com a frase "Em greve escolar pelo clima" nas escadarias do Parlamento, em Estocolmo, na Suécia.

A partir daí, uma série de movimentos contra as mudanças climáticas em todo o mundo tiveram início - em especial o Fridays For Future -, influenciados pela garota que já é considerada ativista. 

Como repercutido pelo Ecoa Uol, em matéria de 2019, seus protestos têm o objetivo de cobrar as autoridades frente à emergência climática, para que comecem a tomar medidas concretas para conter a crise.

A Aventuras na História separou 5 fatos sobre Greta Thunberg. Confira!

1. Presidentes

O apelido ‘pirralha’ foi dado à garota pelo presidente brasileiro Jair Bolsonaro, em dezembro de 2019, quando questionado pelos jornalistas sobre a morte de dois indígenas da etnia Guajajara, no Maranhão. 

A fala de Bolsonaro repercutiu com força nas redes sociais e, horas depois, Greta mudou a descrição biográfica de sua conta oficial no Twitter para adicionar o apelido. O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já chamou Gretade “histérica”. 

Descrição biográfica de Greta em 2019. Crédito: Divulgação/Twitter

 

2. Personalidade do ano

Em 2019, a Revista Time - publicação norte-americana - elegeu Greta Thunberg como Personalidade do Ano. Na época com 16 anos, ela se tornou a pessoa mais jovem a ganhar esse reconhecimento. 

Seu discurso na ONU, no mesmo ano, foi repercutido mundialmente. "Vocês roubaram os meus sonhos e infância. Estamos no início de uma extinção em massa, e a única coisa que vocês falam é sobre dinheiro e o conto de fadas de crescimento econômico eterno. Como se atrevem?", defendeu Greta.

Greta em 'greve climática' próxima a Casa Branca, em 2019. Crédito: Getty Images

 

3. Depressão

Gretasoube que o aquecimento global existia quando tinha 8 anos, durante uma aula na escola. Ela não conseguia acreditar na existência do fenômeno, porque não se deparava com muitas pessoas lutando por isso.

Depois de pesquisar e ler muitos livros, a adolescente entendeu o problema e viu que era urgente, já que o mundo passa por um aumento crítico de temperatura.

Por não conseguir parar de pensar nessas questões e sofrer com elas, ela entrou em depressão aos 11 anos. O Ecoa Uol repercutiu que Greta perdeu 10 kg nesse período, justamente por não ter vontade de comer e falar.

4. Psicológico

Com 11 anos, Gretafoi diagnosticada com mutismo seletivo, transtorno psicológico que faz com que a pessoa tenha dificuldade em se comunicar verbalmente. Essa condição não deve ser confundida com timidez, já que nela a comunicação pode acontecer normalmente se estiver de acordo com o tempo da pessoa, ou seja, quando estiver determinada a isso.

Gretatambém tem Síndrome de Asperger, um transtorno do espectro autista caracterizado pela dificuldade em interagir com as pessoas, e TOC - transtorno obsessivo-compulsivo - que leva a comportamentos repetitivos. "Basicamente, isso significa que eu só falo quando é necessário. Agora é um desses momentos", explicou a ativista em edição do TEDxStockholm.

A ativista na COP25, Conferência do Clima realizada em 2019. Crédito: Getty Images

 

5. Pais famosos

Malena Ernman e Svante Thunberg, pais de Greta, já eram ‘figuras públicas’ antes mesmo da filha. A mãe Malena é cantora de ópera, e desistiu da carreira internacional, em 2016, para não prejudicar o meio ambiente com as muitas viagens de avião.

Acontece que o transporte é um dos grandes responsáveis pela emissão de CO2 - gás do efeito estufa que causa o aquecimento global. Greta e Malena pararam de usar avião para viajar, e optam por lugares em que se possa chegar por trem ou pelo mar.

Já o pai de Greta, Svante, é ator e escritor. Seu nome é inspirado no químico sueco Svante Arrhenius, responsável por estrear os estudos das partículas de CO2, em 1890. 

Greta com os pais e a irmã. Crédito: Divulgação/Ecoa Uol/Arquivo pessoal

 


+Saiba sobre sustentabilidade por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Sustentabilidade: O que é - O que não é, de Leonardo Boff (2016) - https://amzn.to/37dHXRd

Sustentabilidade empresarial e mercado verde: A transformação do mundo em que vivemos, de Ricardo Ribeiro Alves (2019) - https://amzn.to/3jehDJf

Gestão Ambiental - Responsabilidade Social e Sustentabilidade, de Reinaldo Dias (2017) - https://amzn.to/2T0XpYz

Educação ambiental e sustentabilidade, de Arlindo Philippi Jr (2013) - https://amzn.to/31eyc18

Meio Ambiente e Sustentabilidade, de André Henrique Rosa, Leonardo Fernandes Fraceto e Viviane Moschini-Carlos (2012) - https://amzn.to/2T0NCSf

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W