Curiosidades » Personagem

Da origem humilde a morte trágica: A vida de Marilyn Monroe em 5 fatos instigantes

Uma das maiores atrizes de Hollywood enfrentou a perseguição da imprensa e o abuso de substâncias que colocaram um fim em sua carreira

Alana Sousa Publicado em 16/03/2021, às 15h00 - Atualizado às 16h00

A atriz Marilyn Monroe
A atriz Marilyn Monroe - Getty Images

Talento, personalidade e uma beleza incomparável. Marilyn Monroe é uma das maiores atrizes da História. Eternizada por seus trabalhos, a artista também é lembrada como o maior sex symbol da indústria hollywoodiana.

Sua trajetória e legado permanecem vivos, mesmo após mais de 50 anos de sua morte. Apesar de sua saga ter sido alvo de muitos filmes e documentários, alguns fatos permanecem fora do conhecimento do grande público.

Listamos aqui 5 particularidades instigantes sobre a vida de Marilyn Monroe.

1. Origem humilde 

Nascida em 1926, na cidade americana de Los Angeles, Norma Jean Mortenson veio de origem humilde. Filha de uma trabalhadora de um laboratório de negativos de filmes, jamais conheceu nem mesmo a identidade de seu pai.

Crédito: Getty Images

 

Ainda na infância precisou ser adotada por uma amiga de sua mãe, chamada Grace McKee Goddard. A progenitora passou a sofrer de distúrbios psiquiátricos e precisou ser internada em uma clínica especializada.

Para fugir dos supostos abusos sexuais do marido de Grace, Marilyn passava temporadas em orfanatos. Isso durou até encontrar seu primeiro marido, James Dougherty.


2. A estreia de uma estrela

Casada, Monroe decidiu que iria ser atriz; herdara a paixão pelo cinema da mãe adotiva. Começou como modelo, havia deixado o cabelo platinado e trocado o trabalho em uma fábrica pelo estúdio de um fotógrafo.

Cena do filme Os Homens Preferem as Louras (1953) / Crédito; Divulgação

 

Neste momento nascia Marilyn Monroe, Norma Jean ficara para trás. Sua nova realidade incluía diversas aulas de dança, canto e principalmente, atuação. A dedicação valeu a pena, anos mais tarde, em 1953, estreou em seu primeiro grande sucesso: Os Homens Preferem as Louras, do diretor Howard Hawks.

Não há quem não se lembre da icônica cena de Marilyn em um vestido rosa pink cantando ‘Diamonds Are a Girl’s Best Friend’. O look inspirou a moda e foi copiado por admiradoras da estrela.


3. O sucesso mundial

O crescimento de sua carreira foi meteórico, seu sucesso aumentava cada dia mais. Entre seus filmes mais aclamados estavam: Como Agarrar um Milionário (1953), O Pecado Mora ao Lado (1955), Quanto Mais Quente Melhor (1959), Os Desajustados (1961).

Marilyn Monroe no filme O Pecado Mora ao Lado (1954) / Crédito: Wikimedia Commons

 

Com o triunfo dentro das telonas, fora delas, a imprensa começou a seguir Marilyn para onde quer que ela fosse. Fotógrafos, repórteres e fãs desejavam ver, nem que por um segundo, a atriz de perto.

Seus relacionamentos com figuras famosas também a colocou no centro da atenção midiática. A objetificação de Marilyn atrapalhava demasiadamente sua carreira, muitos a viam apenas como um sex symbol. Apesar disso, era honrada nas maiores premiações da crítica especializada, como o Globo de Ouro.


4. O sofrimento além do estrelato

A constante pressão por parte de seu trabalho a fizeram entrar em depressão, se afundando de vez em álcool e remédios. Seus casamentos eram repletos de interesses e sua vida íntima era perturbadora. Monroe sofreu com, pelo menos, 12 abortos, de acordo com o escritor Norman Mailer.

Monroe em cena no ano de 1952 / Crédito Wikimedia Commons

 

Além disso, passou um tempo internada no Sanatório Rock Haven, lutando contra uma depressão. Em uma de suas cartas escritas na clínica, a estrela registrou: “Peguei uma cadeira leve e a massacrei contra o vidro intencionalmente. Foi algo difícil de fazer, pois nunca tinha quebrado nada na vida”.


5. Morte e legado

Era 6 de agosto de 1962, quando Eunice Murray, a governanta de Marilyn contatou o psiquiatra da atriz após bater várias vezes na porta de seu quarto e não receber nenhuma resposta. O médico Ralph Greenson chegou à residência e encontrou Monroe nua em sua cama. Além do corpo sem vida, notou inúmeros frascos de remédios espalhados pelo ambiente; após ingerir 40 pílulas, a estrela do cinema estava morta.

Atriz Marilyn Monroe em imagem colorizada / Crédito: Divulgação / Klimbim

 

O falecimento precoce de Marilyn, com apenas 36 anos, chocou o mundo. Assim como em vida, o tratamento de sua morte foi repleto de manchetes sensacionalistas, levando de maneira cruel o suicídio da atriz.

Quase 60 anos depois do óbito, sua imagem continua a influenciar o cinema e a cultura pop. Imitações, homenagens e debates são travados em torno do que Monroe representou como uma mulher sexualizada em uma sociedade machista; seu legado ainda vive.


+Saiba mais sobre Marilyn Monroe por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Fragmentos: Poemas, Anotações Íntimas, Cartas, de Marilyn Monroe (2011) - https://amzn.to/2QA6UgD

Marilyn, de Norman Mailer (2013) - https://amzn.to/2wqNIex 

Norman Mailer/bert Stern. Marilyn Monroe (Edição Espanhol), de Norman Mailer e Bert Stern (2018) - https://amzn.to/2woaxPX

Uma Noite com Marilyn Monroe, de Lucy Holliday (2016) - https://amzn.to/2xY5Jkv

My Story (Edição Inglês), de Marilyn Monroe (2016) - https://amzn.to/2JaWi3s

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W