Curiosidades » Entretenimento

Da trilha sonora a identidade da Lady Whistledown: 5 curiosidades sobre a série Bridgerton

Saiba mais sobre o novo sucesso da Netflix, baseado na famosa saga literária de Julia Quinn

Victória Gearini Publicado em 28/01/2021, às 11h50

Cena da série Bridgerton (2020)
Cena da série Bridgerton (2020) - Divulgação / Netflix

Baseado nos livros de Julia Quinn, o mais novo sucesso da Netflix, Bridgerton, acompanha a história de uma família em meio ao caos da alta sociedade durante o período da Regência Britânica.

Adaptada por Shonda Rhimes, a série envolve, ainda, conflitos familiares e sociais, paixões e muitos segredos. Com o sucesso, a produção atingiu o segundo lugar do Top 10 da plataforma de streaming no Brasil, sendo renovada para a segunda temporada.

Pensando nisso, selecionamos algumas curiosidades sobre a trama que talvez você não conheça ainda. 

Confira abaixo!

1. Maior série 

No dia 27 de janeiro, a Netflix anunciou em suas redes sociais que a produção Bridgerton se tornou a maior série da história da plataforma. Em apenas quatro semanas, a trama já havia sido reproduzida em mais de 82 milhões de residências.

Imagem de divulgação da série Bridgerton (2020) / Crédito: Divulgação / Netflix

 

Com base nos dados iniciais, o streaming acreditava que a produção ficaria em quarto lugar, no entanto, a temporada de estreia superou outros sucessos, como The Witcher, La Casa de Papel e Tiger King.


2. Significado 

A última cena da primeira temporada mostra uma abelha voando pela janela. Assim como nos livros, na série, este animal desempenha uma importante função, pois sabe-se que o patriarca da família Bridgerton morreu logo após ser picado pelo inseto, traumatizando o primogênito Anthony

Cena da série Bridgerton (2020) / Crédito: Divulgação / Netflix

 

Recentemente, a Netflix divulgou a renovação da segunda temporada e afirmou que os novos episódios irão focar na trajetória do visconde. Portanto, a abelha é uma mensagem subliminar e subjetiva sobre a vida do rapaz, que possivelmente será transformada completamente. 


3. Trilha sonora 

O renomado compositor Kris Bowers é o famoso nome por trás das ilustres canções originais da série. Vencedor do Emmy, o músico foi o responsável por transformar músicas pop em versões clássicas.

As gravações foram feitas de maneira remota, e cada músico produziu a sua parte por conta própria em estúdios caseiros. Além disso, a Vitamin String Quartet e o duo Duomo colaboraram para a criação dos memoráveis covers.

Cena da série Bridgerton (2020) / Crédito: Divulgação / Netflix

 

Confira a trilha sonora:

  • "Thank u, next" (Ariana Grande) — Vitamin String Quartet
  • "Girls Like You" (Maroon 5) — Vitamin String Quartet
  • "In My Blood" (Shawn Mendes) — Vitamin String Quartet
  • "Bad guy" (Billie Eilish) — Vitamin String Quartet
  • "Strange (feat. Hillary Smith)" (Celeste) — Kris Bowers
  • "Wildest Dreams" (Taylor Swift) — Duomo

4. Os figurinos 

Os belos figurinos de Bridgerton são uma das maiores sensações da série. Os deslumbrantes looks foram desenvolvidos pela renomada figurinista Ellen Mirojnick. Segundo o WWD, todas as peças foram feitas exclusivamente para a trama, tanto do elenco principal quanto de apoio, contabilizando mais de 6200 trajes.

Cena da série Bridgerton (2020) / Crédito: Divulgação / Netflix

 

Em um período de cinco meses, a produção da Netflix contratou, ainda, 238 profissionais para confeccionar os figurinos a tempo das gravações. Além disso, para criar as roupas originais e verossímeis, Mirojnick teve que estudar minuciosamente os códigos de vestimenta e etiqueta do século 19.


5. Identidade 

"Quem é a Lady Whistledown?". Talvez, essa seja a pergunta que mais foi feita durante a série e, até mesmo, fora dela. Diferente dos livros, a trama do streaming revela a identidade da curiosa personagem no final da primeira temporada. No entanto, assim como na saga literária, a misteriosa mulher é na verdade Penelope Featherington.

Cena da série Bridgerton (2020) / Crédito: Divulgação / Netflix

 

Cansada de ser ignorada pela alta sociedade britânica, a jovem aproveita a sua "invisibilidade" para escrever sobre os conflitos internos da nobreza e realeza de Londres. Por meio de publicações em um folhetim, a garota exerce um papel fundamental na vida dos outros personagens.


+Bridgerton | Trailer oficial | Netflix


++Saiba mais sobre o tema por meio de obras disponíveis na Amazon:

O visconde que me amava, de Julia Quinn (2013) - https://amzn.to/3sONnKQ

Box Os Bridgertons, de Julia Quinn (2019) - https://amzn.to/3sPgPk0

O duque e eu, de Julia Quinn (2020) - https://amzn.to/3qJodLU

Um perfeito cavalheiro, de Julia Quinn (2014) - https://amzn.to/39aJ84C

Os segredos de Colin Bridgerton, de Julia Quinn (2014) - https://amzn.to/2Y4RRyP

O conde enfeitiçado, de Julia Quinn (2015) - https://amzn.to/2KFyARx

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W