Curiosidades » Brasil

De ator pornô a ex-BBB: confira o que 5 políticos faziam antes de entrar no Poder Legislativo

Expoentes, eles aproveitaram o palanque de suas vidas artísticas para subirem nos palanques políticos

Fabio Previdelli Publicado em 13/02/2020, às 13h00

Tiririca, Alexandre Frota e Jean Wyllys
Tiririca, Alexandre Frota e Jean Wyllys - Creative Commons

Populares, midiáticos e, até então, bem conceituados, não é incomum o caso de celebridades aproveitarem o palanque de suas vidas artísticas para subirem nos palanques políticos e conquistarem significativa parcela em cargos públicos.

Um dos casos mais famosos disso foi Ronald Reagan. Em 1941, quatro décadas antes de se tornar o 40º presidente americano, ele figurava como a quinta estrela mais popular da geração mais jovem de Hollywood.

Outro caso bem mais recente é do eterno Exterminador do Futuro. Eternizado nas telonas por Arnold Schwarzenegger, a série de filmes foram um marco na carreira do ex-fisiculturista que, anos mais tarde, se tornaria Governador da Califórnia.

Claro, também não podemos deixar de citar o atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Famoso magnata americano, Trump virou celebridade após comandar por alguns anos o famoso reality O Aprendiz.

Entretanto, as celebridades envolvidas na política não são exclusividade dos norte-americanos. Em terras tupiniquins eles também estão espalhados entre ministérios, secretariados ou representando os interesses de seus municípios e estados.

Confira 5 celebridades que se envolveram na política:

1. Tiririca, Deputado Federal SP, Partido Liberal

“Pior que tá não fica”, com esse slogan Francisco Everardo ‘Tiririca’ Oliveira Silva foi eleito, em 2010, Deputado Federal por São Paulo com mais de 1.3 milhão de votos. Atualmente no seu terceiro mandato, o cearense de Itapipoca começou a trabalhar se apresentando em circos de sua cidade natal com apenas 8 anos de idade.

Francisco Everardo ‘Tiririca’ Oliveira Silva / Crédito: Wikimedia Commons

 

Com grande sucesso no picadeiro, investiu na carreira musical e vendeu mais de 1,5 milhão de cópias de seu primeiro CD, que tinha como hit a música Florentina. O single logo se espalhou pelo Brasil e Tiririca virou uma verdadeira febre dos anos 1990.

Em 1997, ele abandonou a carreira musical, que já estava em declínio, e se dedicou aos trabalhos televisivos. Atuando com grandes nomes do humor como Tom Cavalcante e Carlos Alberto de Nóbrega, o palhaço marcou para sempre seu nome no meio artístico.


2. Alexandre Frota, Deputado Federal SP, PSDB

Descoberto em um concurso de jovens talentos, Alexandre Frota de Andrade ganhou notoriedade atuando em diversas novelas da Rede Globo na década de 1980. Em 15 de dezembro de 1986, Frota se casou com a atriz Cláudia Raia na Candelária, Rio de Janeiro. A união durou apenas três anos.

Alexandre Frota / Crédito: Wikimedia Commons

 

Em 2001, o deputado participou da primeira edição do reality show Casa dos Artistas, exibida pelo SBT. Apesar do destaque ao lado de Supla, Frota viu a atriz Bárbara Paz sair vencedora daquela competição.

Em outubro daquele ano, Alexandre posou nu pela primeira vez na G Magazine, onde, além de 2001, também foi capa da publicação em outras três oportunidades (2003,2004 e 2006). Em 2004, ele assinou contrato com a produtora de filmes pornográficos Brasileirinhas, sendo um dos atores mais bem conceituados do ramo.

Frota voltou à televisão em 2009, quando abandonou a edição do reality A Fazenda. Ele também fez parte do humorístico A Praça é Nossa em 2011 — onde ficou até 2017.


3. Jean Wyllys, ex-Deputado Federal RJ, PSOL

Jornalista e professor universitário, Jean Wyllys de Matos Santos se tornou conhecido após sair vencedor da 5ª edição do Big Brother Brasil — superando na final a atriz Grazi Massafera.

Jean Wyllys / Crédito: Wikimedia Commons

 

Mestrado em Letras e Linguística pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), professor de Cultura Brasileira e de Teoria da Comunicação na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e na Universidade Veiga de Almeida (ambas no Rio de Janeiro), Wyllys foi um dos responsáveis pela criação do curso de pós-graduação em Jornalismo e Direitos Humanos da Universidade Jorge Amado, em Salvador (BA).

Como político, Jean se envolveu em polêmicas com o deputado Marco Feliciano e com o pastor Silas Malafaia, mas o episódio que teve mais repercussão foi a cusparada que ele deu em Jair Bolsonaro, em 2016, durante uma audiência na Câmara.


4. Romário, Senador RJ, Podemos

Romário de Souza Faria morou na comunidade do Jacarezinho, Rio de Janeiro, até os três anos de idade, quando se mudou para a Vila da Penha. Lá, teve seu primeiro contato com o futebol, jogando pelo Estrelinha, clube fundado por seu pai. Do terrão, Romário foi para as quadras, onde desenvolveu um ótimo controle de bola e excelente visão de jogo, características marcantes do camisa 9.

Romário / Crédito: Reprodução

 

Sendo campeão infantil pelo Olaria, ele foi levado ao Vasco da Gama, onde iniciou sua consagrada carreira. Ídolo do Vasco, Romário também é saudado pelas torcidas do Flamengo e Fluminense, clubes do qual atuou ao longo de sua vida esportiva.

Ele iniciou sua passagem na Europa pelo PSV Eindhoven, da Holanda, e se tornou um dos grandes nomes da história do Barcelona. Com o título espanhol da temporada 1993/1994 e sendo um dos principais responsáveis pela conquista do Tetra campeonato mundial da seleção brasileira, o baixinho foi eleito Melhor do Mundo ao fim daquela temporada.

Aos 41 anos e quatro meses de idade, em 2007, Romário marcou o milésimo gol de sua carreira na vitória por 3x1 do Vasco da Gama contra o Sport Recife em 20 de maio. Ele se aposentou oficialmente dos gramados no ano seguinte.


5. Netinho de Paula, ex-vereador SP, PCdoB

José de Paula Neto começou sua carreira artística, em 1986, como vocalista do Negritude Júnior. Alcançando grande popularidade na época, Netinho ficou marcado por sucessos como Tanjura e Cohab City.

Netinho de Paula / Crédito: Divulgação

 

Em 1998, o pagodeiro apresentou o programa Planeta Xuxa durante a licença-maternidade da rainha dos baixinhos. No ano seguinte, ele foi convidado para apresentar o programa Samba, Pagode & Cia, dividindo palco com Salgadinho e Kelly Key. A atração durou apenas dois meses.

Após a frustrada experiência, Netinho finalmente brilhou comandando o Domingo da Gente, que ficou muito conhecido pelo quadro Dia de Princesa, onde ele escolhia uma moça que vivia nas periferias para passar por um tratamento de beleza, além de receber doações de dinheiro e de cursos de capacitação profissional. Como apresentador, ele também passou por SBT, Band e RedeTV!.

Netinho de Paula foi eleito vereador na cidade de São Paulo, em 2008, pelo PCdoB, com 84.406 votos, sendo o terceiro mais votado nas eleições. No ano seguinte, ele perdeu as eleições de Senador para Marta Suplicy.

O cantor também tinha pretensões de concorrer à prefeitura de São Paulo, mas acabou abandonando a ideia em 2012. Na ocasião, ele estava em segundo lugar nas pesquisas populares, mas preferiu apoiar o candidato Fernando Haddad. Ao ser eleito prefeito, Haddad nomeou Netinho como Secretário de Promoção da Igualdade Racial.


+ Para saber mais sobre a política brasileira:

Pare de Acreditar no Governo - Por que os Brasileiros não Confiam nos Políticos e Amam o Estado, Bruno Garschagen, 2015 - https://amzn.to/2Hnh2UN

O Livro Urgente da Política Brasileira, 4a Edição: Um guia para entender a política e o Estado no Brasil, Ebook, Alessandro Nicoli de Mattos - https://amzn.to/2vy2oaU

Pensamento Político Brasileiro. Temas, Problemas e Perspectivas, Christian Edward Cyril Lynch, 2019 - https://amzn.to/37hSgA8

A elite do atraso: Da escravidão a Bolsonaro, Jessé Souza, Ebook - https://amzn.to/2Sox2fF

Guia politicamente incorreto da política brasileira, Rodrigo da Silva, 2018 - https://amzn.to/38tRkdi

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.