Curiosidades » Múmias

De cabeça realocada a morte precoce: 5 particularidades sobre a múmia de Amósis I

Os curiosos restos do faraó egípcio não foram encontrados dentro de sua pirâmide e sofreram ataques de saqueadores

Victória Gearini Publicado em 31/07/2020, às 07h34

Múmia do faraó Amósis I
Múmia do faraó Amósis I - Wikimedia Commons

Amósis I foi um faraó egípcio que teria reinado no Egito Antigo foi entre 1570 e 1544 a.C. Seus restos foram encontrados em 1899 e identificados, somente, em 1902. Confira abaixo 5 particulares sobre a múmia de Amósis I: 

1.Pirâmide sem múmia

Assim como muitos outros faraós egípcios, Amósis I não foi encontrado dentro da pirâmide que foi construída durante seu reinado. A parte interior do local entrou em colapso, restando apenas seus destroços. Acredita-se que os restos do faraó foram colocados, originalmente, na necrópole de Dra' Abu el-Naga, com o intuito de tentar proteger as múmias de importantes nomes do Egito Antigo.

Ruínas da pirâmide Amósis I / Crédito: Wikimedia Commons

 

Alguns egiptólogos acreditam que, durante a dinastia 21, os egípcios passaram a realocar os cadáveres mumificados de alguns líderes para tentar evitar a destruição de saqueadores. Outros acreditam que a pirâmide foi construída, apenas, para ser um local de memória do faraó.


2. Múmias encontradas juntas 

Conhecida como DB320, a tumba em que os pesquisadores encontraram Amósis I abrigava, ainda, mais de 50 corpos mumificados de faraós, rainhas e nobres do Egito Antigo, como Tutmés I, Tutmés II, Tutmés III, Seti I, Ramsés I, Ramsés II, Ramsés IX, Amenófis I, Pinedjem I, Pinedjem II e Siamun. Junto aos corpos, os arqueólogos encontraram equipamentos fúnebres utilizados por essas pessoas.


3. Cabeça realocada

O corpo foi desembrulhado em 9 de junho de 1886 pelo egiptólogo francês Gaston Maspero. Segundo os pesquisadores, a cabeça foi retirada do corpo por saqueadores, mas colocada novamente de maneira desajeitada. Além disso, não se sabe ao certo em que momento da História o nariz de Amósis I foi quebrado, mas os arqueólogos o encontraram com ferimento que sugere ter sofrido uma lesão.  

Múmia de Amósis I / Crédito: Wikimedia Commons

 

O sarcofago, escrito em hieróglifos, remonta à 18ª dinastia, e foi feito a partir de madeira de cedro, característica marcante do período em que foi esculpido. Os arqueólogos notaram, ainda, que em seu pescoço, havia uma guirlanda de flores azuis de delphinium.


4. Características Físicas 

Gaston Maspero, por sua vez, fez uma análise esclarecedora sobre características particulares da múmia. Segundo o pesquisador, o faraó possuía um rosto muito comum e uma estatura mediana.

“Ele era de estatura média, pois seu corpo, quando mumificado, media apenas 5 pés e 6 polegadas (1,68 m) de comprimento, mas o desenvolvimento do pescoço e do peito indica força extraordinária. A cabeça é pequena em proporção ao busto, a testa baixa e estreita, os ossos da bochecha projetam-se e os cabelos são grossos e ondulados. O rosto se assemelha exatamente ao de Tao II e a semelhança proclamaria a afinidade, mesmo se ignorássemos o relacionamento íntimo que unia esses dois faraós”, escreveu Maspero.


5. Morte precoce 

Estátua do faraó Amósis I / Crédito: Wikimedia Commons

 

Por meio de um exame de radiocarbono, os especialistas puderam esclarecer, mais tarde, características físicas e históricas em torno da múmia. O exame alegou que o período do reinado de Amósis I remonta entre 1570 e 1544 a.C., sendo o auge em 1557 a.C. Além disso, identificou que o faraó subiu ao trono aos 10 anos, e possivelmente faleceu por volta dos 30 ou 35 anos, não aos 50 anos como imaginavam anteriormente. 


+Saiba mais sobre o Egito Antigo por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

História do Egito Antigo, de Nicolas Grimal (2012) - https://amzn.to/3b5bJ9S

As Dinastias do Antigo Egito, de Charles River Editors (2019) - https://amzn.to/39ZSY6j

A Serpente Cósmica: A Sabedoria Iniciática Do Antigo Egito Revelada, de John Anthony West (2009) - https://amzn.to/2RtbzBo

Egito Antigo, de Stewart Ross (2005) - https://amzn.to/2K8tuJL

Como seria sua vida no Antigo Egito?, de Jacqueline Morley (2019) - https://amzn.to/2xkwTlL

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W