Curiosidades » Coreia do Norte

De tirar fotos a ficar feliz em épocas de luto: 8 coisas que são proibidas na Coreia do Norte

Todas as regras devem ser seguidas rigidamente pela população, com penas que variam de trabalho forçado a morte

Redação Publicado em 06/03/2020, às 10h48

Imagem ilustrativa da bandeira da Coreia do Norte com arames
Imagem ilustrativa da bandeira da Coreia do Norte com arames - Getty Images

A Coreia do Norte é um dos países mais fechados do mundo e segue um regime super rigoroso, liderado pelo ditador Kim Jong-un, com inúmeras regras que deve ser seguidas a risco por toda a população, com penas graves para aqueles que as desobedecerem.

Conheça 5 coisas que são proibidas na Coreia do Norte.

1. Ficar feliz em época de luto

Desde o ano de 1994, se tornou estritamente proibido sorrir, ingerir álcool, falar alto ou dançar quando o país está em luto declarado. Quando o avô do atual ditador faleceu, não era permitido que ninguém da população demonstrasse indícios de felicidade nas ruas norte coreanas.

Kim Il-sung / Crédito: Getty Images

 


2. Tirar foto

Com a imagem do país sendo altamente controlada pelo governo, é proibido tirar fotos sem a autorização de uma autoridade. Durante a visita de estrangeiros, todos acabam tendo seus equipamentos fotográficos – sejam eles máquinas ou celulares – vasculhados ou até mesmo apreendidos durante a permanência.


3. Usar jeans

As roupas jeans são altamente proibidas na Coreia do Norte por serem consideradas representantes do imperialismo americano. Por outro lado, a peça de roupa mais bem vista no país são as calças cáqui.


4. Ter o mesmo nome que Kim Jong-un

Em 2011, Kim Jogn-il, pai de Kim Jong-un, um ano antes de deixar o poder, decretou que estava proibido que qualquer um na nação tivesse o mesmo nome que seu filho com o intuído de destacá-lo como líder supremo.

Ditador Kim Jong-un / Crédito: Getty Images

 


5. Falar com estrangeiros

Todos aqueles que visitam a Coreia do Norte passam o tempo inteiro sendo vigiados, e são proibidos de conversar com os moradores. Até os próprios estrangeiros que vivem no país devem seguir regras específicas para manter o mínimo de contato possível com os norte coreanos.


6. Não reverenciar uma imagem dos líderes toda vez que passar em frente

Em todas as partes do país existem imagens espalhadas da família do líder Kim Jong-un. Funcionários do governo estão sempre espalhados pelas ruas de Pyongyang, para garantir que todos que passarem reverenciem as imagens dos Kim.

Os três líderes norte-coreanos: Kim Il-sung, Kim Jong-il e Kim Jong-un - Wikimedia Commons

 


7. Deixar fotos dos líderes dobradas

Os jornais norte coreano, feitos pelo Estado, não podem ser dobrados de forma alguma por conter inúmeras fotos do ditador. Dobrar alguma das fotos de Jong-um pode ser considerado uma heresia pela nação.


8. Ter parentes que já cometeram algum crime

Na Coreia do Norte, quando alguém comete um crime, toda a família acaba sendo sentenciada, sendo chamado de “crime familiar”. Todos acabam sendo executados juntos, ou forçados a trabalhar para pagar o erro.


+Saiba mais sobre a Coreia do Norte por meio das obras a seguir:

A Revolução Coreana: O desconhecido socialismo Zuche (Revoluções do século 20), Paulo Visentini (2018) - https://amzn.to/30pddHC

Dentro do segredo: Uma viagem pela Coreia do Norte, José Luís Peixoto (2014) - https://amzn.to/2E9rYDX

Pyongyang: Uma Viagem a Coreia do Norte, Guy Delisle (2007) - https://amzn.to/2RZHkD8

North Korea A History from Ancient Times to the Present: The Socialist Revolutionary History of the Korean Juche State of President Kim Il Sung (English Edition), Theodore Schweitzer - https://amzn.to/2tUt1Wv

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.