Curiosidades » Curiosidades

De um bebê a ataque de vizinhos : 4 casos de pessoas que foram enterradas vivas

Muitas pessoas estamparam casos emblemáticos após serem enterradas antes da morte. Confira!

Larissa Lopes, com supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 17/02/2021, às 18h37

Imagem meramente ilustrativa de túmulo
Imagem meramente ilustrativa de túmulo - Pixabay

Parece mesmo história de ficção científica que um ser humano seja enterrado vivo. No cinema, a situação já foi vista diversas vezes, entre elas no filme 'Kill Bill', de Quentin Tarantino, em que a personagem Beatrix Kiddo — vivida por Uma Thurman — escapa da cova em que foi enterrada.

Já em produções brasileiras, o crime foi visto na novela Avenida Brasil, da Rede Globo, em que a icônica vilã Carminha enterra viva a personagem Nina, sua inimiga mortal. De forma bizarra, a vida já imitou a ficção e produziu casos assustadores em todo o mundo.

Pensando nisso, o site Aventuras na História separou 4 vezes em que uma pessoa foi enterrada antes de sua morte. Confira!

1. Bebê recém-nascido

Enterrado vivo em uma fazenda de Khatima, cidade da Índia, um bebê recém-nascido teve sua salvação materializada na população local. Um trabalhador viu o rosto da criança para fora da terra e se juntou com outras pessoas para fazer o resgate, que foi filmado e postado nas redes sociais, no ano de 2020.

Bebê sendo resgatado por grupo de pessoas na Índia. Crédito: Divulgação

 

O recém-nascido tinha uma enorme quantidade de lama no nariz, orelhas e boca, mas seu quadro foi estabilizado quando chegou ao hospital. Na época, o Uol repercutiu que não havia informações sobre o crime, nem quanto tempo fazia que a criança estava enterrada.

2. Ressurgiu da própria cova

Com Nina Rudchenko, ucraniana com 57 anos na época, a tragédia foi diferente. Em abril de 2020, ela foi vítima de um ataque cruel de seus vizinhos — homens de 27 e 30 anos — que estavam bêbados, e a espancaram com um taco de beisebol.  

A tortura sem explicação durou duas horas até ela desmaiar. Depois, os irmãos a levaram até um cemitério e a forçaram a ‘cavar a própria cova’. Os vizinhos enterraram Nina viva e logo foram embora. Quando percebeu que estava sozinha, a ucraniana começou a se libertar do túmulo e escapou de sua quase morte.

Cova de onde a ucraniana escapou. Crédito: Divulgação

 

3. Sequestro e resgate

Um dos episódios mais macabros dos Estados Unidos envolve Barbara Mackle, filha do milionário Robert F. Mackle, que ficou enterrada por três dias. A jovem de 20 anos foi sequestrada num hotel em 1968, nos Estados Unidos, durante a pandemia da Gripe de Hong Kong. Sua mãe estava junto com ela e teve de assistir a tudo acordada.

O local em que ela ficaria enterrada só seria revelado à família mediante o pagamento de 500 mil dólares. Antes de ser lacrada, a estudante teve de tirar uma fotografia segurando um papel com a palavra “kidnapped” — sequestrado, em inglês. Até ser encontrada, Barbara perdeu 10 quilos e teve sequelas severas. 

Barbara Mackle ficou enterrada debaixo do solo durante três dias. Wikimedia Commons

 

4. Raptada por um urso

A russa Natalya Pasternak foi atacada por um urso em 2015, aos 55 anos de idade. Ela havia saído com a amiga e o cachorro para colher seiva de bétula, em uma floresta próxima à cidade de Tynda, na Rússia. A mulher tentou lutar contra o animal, mas o bicho estava focado em sua missão: enterrá-la em uma cova para que sua próxima refeição ficasse guardada.

Natalya pensou que aquele seria seu fim, mas a esperança surgiu quando Sergei Ivanov, um protetor da fauna na região atirou no animal. Ela foi levada ao hospital e teve uma série de ferimentos: orelha danificada, couro cabeludo e pescoço ferido, machucados na virilha e lacerações no braço e pernas; mas sobreviveu.

Fotografia da sobrevivente Natalya Pasternak. Crédito: Divulgação / Natalya Pasternak

 


+Saiba mais sobre crimes em grandes obras disponíveis na Amazon:

83 Hours Till Dawn, por Gene Miller (1971) - https://amzn.to/2NyK8Ug

Arquivos Serial Killers. Made in Brazil e Louco ou Cruel, por Ilana Casoy (2017) - https://amzn.to/2IUCmST

Casos de Família: Arquivos Richthofen e Arquivos Nardoni: Abra os arquivos policiais, por Ilana Casoy (2016) - https://amzn.to/2ppHCXA

O pior dos crimes: A história do assassinato de Isabella Nardoni, por Rogério Pagnan (2018) - https://amzn.to/35CT56O

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W