Curiosidades » Natureza

Dia do Rinoceronte: veja 10 grandes curiosidades sobre os rinocerontes

Com a finalidade de chamar atenção para a conservação da espécie, a data foi escolhida pela organização WWF

Redação Publicado em 22/09/2020, às 11h34

Imagem de um rinoceronte
Imagem de um rinoceronte - Pixabay/Imagem de Pexels por Pixabay

No dia 22 de setembro é comemorado o Dia do Rinoceronte. A data foi criada em 2010 pela organização WWF da África do Sul com o objetivo de chamar a atenção para a conservação da espécie.

Para celebrar a data, os canais Nat Geo prepararam uma programação especial. National Geographic, a partir das 18, exibe Akashinga: Guerreiras da África e na sequência Rinocerontes em Risco: Comércio de Chifres. Já na Nat Geo Wild, a partir das 20h30 o canal conta com Segredos do Zoológico: Rinocerontes e três episódios de Orfanato de Rinocerontes.

Para promover a data e a programação dos canais, a Nat Geo listou abaixo 7 curiosidades sobre os rinocerontes. Confira.

1. Agilidade

Os rinocerontes podem chegar a uma velocidade de até 50 km/h.

2. O segredo dos chifres

Os chifres deles não são feitos de osso, mas de queratina, que é o principal ingrediente dos nossos cabelos e unhas. Seus chifres são estruturalmente semelhantes a cascos de cavalo e bicos de tartaruga.

3. O tempo de vida 

Rinocerontes vivem entre 35 a 40 anos em média.

4. Propriedades curativas

Infelizmente, os chifres de rinoceronte são altamente cobiçados e podem ser mais valorizados do que o ouro em algumas partes do mundo. A medicina tradicional chinesa acredita que esses chifres carregam propriedades curativas e também são usados como afrodisíaco.

5. Pele grossa e resistente

A pele de rinoceronte é incrivelmente grossa e resistente, mas curiosamente é sensível a queimaduras solares e picadas de insetos. Por isso, esses animais se afundam na lama para proteger sua pele.

6. Comércio ilegal

Os chifres dos rinocerontes continuam a crescer ao longo de toda a sua vida. Se um chifre for removido, ele lentamente voltará a crescer novamente. O comércio ilegal está em expansão. A demanda vem principalmente do Vietnã, onde se acredita que eles têm propriedades medicinais. 

7. O tempo todo comendo

Os rinocerontes precisam de tanta comida que basicamente passam o tempo todo comendo, parando apenas para dormir durante a parte mais quente do dia.

8. O grande lar

A África do Sul é lar de aproximadamente 70% dos rinocerontes do mundo.

9. Extinção

Em 2013, outra subespécie de rinoceronte, o rinoceronte-negro do oeste, foi declarado extinta. O rinoceronte-negro do leste, cuja população é de cerca de mil indivíduos, pode ser a próxima espécie a enfrentar a extinção.

10. Raridade

O Rinoceronte-de-sumatra era encontrado em todo o sudeste asiático, especialmente em densas florestas montanhosas. Hoje é um dos rinocerontes mais raros do mundo