Curiosidades » Nazismo

Em 1949, um papagaio nazista se tornou a maior atração de um zoológico

O animal repetia “Heil Hitler” para todos os visitantes que passavam por sua gaiola no zoológico de Munique, na Alemanha

Isabela Barreiros Publicado em 14/10/2019, às 17h48

None
Pexels

Em 1949, anos depois do fim da Segunda Guerra, o zoológico Tierpark Hellabrunn, em Munique, na Alemanha, comprou uma fêmea de um papagaio. Laura foi um dos últimos investimentos do local, que estava passando por dificuldades financeiras.

Quando chegou no zoológico, porém, o papagaio não abriu a boca. Decepcionados, os funcionários ainda deixaram o animal em exibição por sua beleza, mas não esperavam o que iria acontecer na semana seguinte — ninguém imaginou o que ele iria falar.

O zelador Joachim Herzner foi quem ouviu a ave falar pela primeira vez. Em uma manhã, Laura se animou e disse "Heil Hitler!". Ela não deu tempo para que o homem repensasse o que foi dito e repetiu a frase muito animadamente.

Essa habilidade única fez com que ela se tornasse a principal atração do Tierpark Hellabrunn. Mesmo que o zoológico tivesse uma postura anti-nazista, eles tiveram que aceitar e até mesmo estimular as visitas para o pássaro.  Laura seria considerada uma “líder de torcida do Führer”.

Crédito: Wikimedia Commons

 

Mas a compra também poderia ter consequências legais. Com o final da Segunda Guerra, a Alemanha passou por um momento de “desnazificação”. O animal poderia entrar na questão de exibição de símbolos nazistas, passível de pena de até três anos. Por isso, o zoológico entrou em contato com as autoridades para tirar satisfação antes de sofrer com isso.

Foi permitido que a ave ficasse no local com a condição que o zelador tentasse “denazificá-la”, ou seja, fazer com que ela parasse de falar a tão famosa expressão do líder nazista. Herzner começou, então, a rir toda vez que Laura falasse “Heil Hitler”, na intenção de envergonhá-la.

Ainda assim, a tentativa foi frustrada. Pessoas iam de todos os lugares apenas para ver o papagaio nazista que falava “Heil Hitler”, então ela era constantemente incentivada a continuar falando.

O último esforço feito pelo zoológico foi comprar um macho para colocar em sua gaiola. Eles tentaram fazer com que Laura esquecesse de Hitler usando o amor de um outro papagaio. Max fez com que ela expandisse suas possibilidades de frases, fazendo com que ela dissesse “onde está o meu Max?” e "aqui está sua Laura”. Mas ainda assim, a ave continuou relembrando o nazismo no zoológico da Alemanha.