Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História

Eric: Existe uma história real por trás da série da Netflix?

Uma das mais assistidas por brasileiros na plataforma de streaming Netflix, Eric narra uma história de desaparecimento; veja detalhes

por Thiago Lincolins

tlincolins_colab@caras.com.br

Publicado em 01/06/2024, às 12h49 - Atualizado em 03/06/2024, às 07h19

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cena da série Eric - Divulgação/Netflix
Cena da série Eric - Divulgação/Netflix

Com Benedict Cumberbatch, a série "Eric" é uma das mais assistidas por brasileiros na plataforma de streaming Netflix. Em seus seis episódios, os assinantes acompanham uma história intrigante de desaparecimento. 

"Um policial obstinado entra no submundo sombrio de Nova York na década de 1980 em busca de duas crianças desaparecidas e descobre a podridão da cidade", destaca a sinopse da série na Netflix.

Com o gênero true crime em destaque na Netflix, muitos podem questionar se o lançamento é baseado numa história verdadeira. Na realidade, "Eric" é fruto da ficção, assim como os personagens e desdobramentos.

Ficção

A Forbes Internacional explica que a produção, na realidade, se inspirou em diferentes casos de desaparecimento de crianças que a criadora da série, Abi Morgan, escutou durante a sua infância.

"[Eric] não é baseada em nenhuma história. Acho que se eu quisesse fazer isso, teria realmente me aprofundado", disse Abi ao Today Show. "Houve várias crianças que desapareceram. Eu queria criar uma espécie de criança comum; o simples ato de sair um dia e não voltar para casa foi muito ressonante". 

Ao Radio Times, ela relembrou de quando era assombrada por história de crianças que desapareceram no Reino Unido. 

"Bem, quero dizer, estranhamente, na verdade, acho que quando cresci no Reino Unido nos anos 80, lembro-me de ser assombrada por aquelas histórias de crianças desaparecidas". 

Muitos podem notar que a série aborda tópicos reais, como a corrupção policial, o racismo e a epidemia de AIDS, entretanto, os episódios não passam de ficção.