Curiosidades » Estados Unidos

Esqueleto de combatente japonês da Segunda Guerra, encontrado na Califórnia, revela curiosa história

Descoberto por dois homens, o esqueleto estava onde um dia já foi um campo de detenção americano

Caio Tortamano Publicado em 07/01/2020, às 18h43

Ossadas meramente ilustrativas
Ossadas meramente ilustrativas - Getty Images

Em outubro de 2019, dois homens encontraram um esqueleto em ótimo estado de conservação na Califórnia. Os restos impressionaram, principalmente, por ainda carregar o cinto e os sapatos. Após análises de DNA, foi possível revelar a identidade do cadáver encontrado.

Trata-se de Giichi Matsumura, um dos 11.000 japoneses presos no campo de detenção de Manzanar durante a Segunda Guerra Mundial. Depois do ataque de Pearl Harbor, o presidente Franklin D. Roosevelt  ordenou que os descendentes de japoneses na Califrónia, Oregon, Washington e Arizona, fossem enviados para campos de concentração como forma de prevenção à espionagem.

A narrativa, entretanto, não surpreendeu investigadores que já conheciam a história do japonês.

Sabe-se que prisioneiro havia saído para uma caminhada dentro de Manzanar quando decidiu realizar uma pintura. Entretanto, uma forte tempestade o pegou desprevenido. Horas depois, o combatente foi encontrado sem vida e acabou sendo enterrado numa cova rasa, coberta por pedras.

Giichi foi encontrado — pela primeira vez — depois que um grupo se organizou para encontrar os restos. Matsumura estava em um local alto, difícil de ser alcançado, e seus amigos decidiram enterrá-lo ali mesmo, colocando seu corpo sob pedras e uma nota em japonês com seu nome e idade.

Giichi Matsumura / Crédito: Inyo County Sheriff's Office 

 

Na época, o homem tinha uma mulher, chamada Ito, e uma filha, Kazue. Logo depois elas voltaram para Santa Monica, onde moravam antes de serem forçados a irem para Manzanar. Ito trabalhou em vários empregos ao mesmo tempo para sustentar a filha, e morreu aos 102 anos de idade.


Leia mais sobre Pearl Harbor com as obras a seguir:

Pearl Harbor. 7 de Dezembro de 1941, Vários Autores (2013)

link: https://amzn.to/2N5wVCz

Pearl Harbor, Stephanie Fitzgerald (2017)

link: https://amzn.to/300Y2nJ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.