Curiosidades » Pesquisa

Estudo aponta que álcool foi a principal causa de acidentes com patinetes elétricos

Pesquisa inédita realizada nos EUA revelou ainda que 98% dos usuários não usa capacete

Redação Publicado em 11/03/2019, às 13h13

Homem passeia com patinete elétrico
Homem passeia com patinete elétrico - Getty Images

Um estudo inédito realizado por pesquisadores nos Estados Unidos aponta que metade dos acidentes envolvendo e-scooter, os patinetes elétricos, foram causados pelo excesso de álcool.

Quase metade dos usuários acidentados apresentou nível de álcool acima do limite legal, enquanto 52% testou positivo para alguma substância ilegal. Os dados foram retirados do Centro Médico da Universidade de San Diego, que acompanha os traumas em suas instalações desde setembro de 2017. 

Curiosamente, a maioria dos acidentes não envolve uma colisão com outro veículo. Eles geralmente são causados ​​por ciclistas que batem na estrada ou simplesmente caem da sua e-scooter.  Para piorar a situação, 98% não faz uso do capacete -- uma vez que não é obrigatório para o aluguel do equipamento elétrico.

Dados coletados do Centro Médico Dell Seton, na Universidade do Texas, descobriram que haviam registrado 66 ferimentos graves relacionados a scooters, dos quais 19 eram lesões na cabeça, 38 lesões ortopédicas e 13 lesões faciais.  

A revista Consumer Reports também realizou um estudo sobre lesões relacionadas com os patinetes. Eles descobriram que mais de 1.500 pessoas foram tratadas por lesões pelo uso de scooters elétricas movidas a bateria nos Estados Unidos desde que a mania começou no final de 2017.

"As scooters elétricas são uma nova opção promissora de transporte, mas a segurança sempre deve vir em primeiro lugar", disse William Wallace, analista da Consumer Reports.