Curiosidades » Entretenimento

Eterno clássico: A ilha de A Lagoa Azul era real?

Filmado há 40 anos em um cenário paradisíaco, a ilha ficou eternizada na memória dos amantes de cinema de todo o mundo

Alana Sousa Publicado em 15/07/2020, às 16h00

Cena do longa A Lagoa Azul (1980)
Cena do longa A Lagoa Azul (1980) - Divulgação/Columbia Pictures

Baseado no livro de Henry de Vere Stacpoole, o filme A Lagoa Azul foi lançado em junho de 1980 e rapidamente se tornou um clássico do cinema. Com direção de Randal Kleiser, a obra também se popularizou muito no Brasil, sendo reproduzida em exaustão na famosa “Sessão da Tarde”, da Rede Globo.

Os personagens principais ficaram eternizados em seus papéis. Emmeline, foi interpretada por Brooke Shields, e Richard, por Christopher Atkins. O longa conseguiu arrecadar 58 milhões de dólares com uma quantia inicial de apenas 4,5 milhões.

Além da história cativante de dois jovens que após um naufrágio se veem sozinhos em uma ilha deserta em meio ao Oceano Pacífico e precisam aprender a viver nessa nova realidade, descobrindo juntos como é crescer, a locação no qual o filme foi gravado também sempre foi algo que impressionou os telespectadores.

Cena do longa A Lagoa Azul (1980) / Crédito: Divulgação/Columbia Pictures

 

“Eu queria chegar o mais perto possível da natureza e fazer com que nossa equipe vivesse quase como os personagens”, explicou Randal, que buscou um local mais verossímil possível para que quem assistisse a obra se sentisse parte da narrativa.

Ilha de Lagoa Azul

Indicado ao Oscar de melhor fotografia, o filme foi gravado em Fiji, um país da Oceania que conta com um arquipélago de mais de 300 ilhas, famosas pela paisagem de praias e lagoas de água cristalina. Mais precisamente, A Lagoa Azul ganhou vida na ilha privada de Turtle Island, cujo proprietário na época era Richard Evanson, que aceitou disponibilizar seu pequeno paraíso — encontrado em 1972 — para filmagens.

O local é aberto ao público, podendo receber 14 famílias em cada reserva. A ilha possui 14 praias e, até hoje, mesmo quatro décadas depois, o filme é usado para atrair turistas. Quem paga para passar um tempo de relaxamento próximo ao mar, pode aproveitar o clima agradável, uma variada existência de corais na água azul turquesa que completa a vasta areia branca, quase um cenário surreal.

A ilha paradisíaca / Crédito: Divulgação/Turtlefiji.com

 

“Além dos limites do tempo, um mundo íntimo aguarda. Subindo acima do mar, você é transportado para um lugar onde magia e lembranças andam de mãos dadas”, descreve o site oficial da Turtle Island. “Esperamos que você se junte a nós para experimentar a alegria, serenidade e magia da nossa ilha paradisíaca. Porque, na verdade, Turtle Island, uma vez descoberta, nunca é esquecida”.


+Saiba mais sobre o tema por meio dass obras disponíveis na Amazon

The Blue Lagoon (Edição English), de Henry de Vere Stacpoole (2017) - https://amzn.to/2Srabjr

The Blue Lagoon (Edição English), de Henry de Vere Stacpoole (2013) - https://amzn.to/2HqxHqy

A Lagoa Azul: O Segredo do Oceano (eBook Kindle) - https://amzn.to/2wjJtRt

A Lagoa Azul (DVD) - https://amzn.to/2SISz1v

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W