Curiosidades » Entretenimento

Confira 5 HQ's que já foram censuradas ao longo da História

Na última Bienal do Livro realizada no Rio de Janeiro, a obra Vingadores: A Cruzada das Crianças foi censurada pelo prefeito Crivella. No entanto, esta não é a primeira vez que histórias em quadrinhos são proibidas ao público

Victória Gearini Publicado em 10/10/2019, às 19h23 - Atualizado às 19h30

Imagem do livro Vingadores: A Cruzada das Crianças, censurado na Bienal do Livro em 2019
Imagem do livro Vingadores: A Cruzada das Crianças, censurado na Bienal do Livro em 2019 - Salvat

1. Persépolis, de Marjane Satrapi (2007)

Marjane Satrapi é uma autora islâmica que retrata sua autobiografia em forma de quadrinhos, abordando toda sua trajetória de vida e o regime xiita. Lançada em 2000, a obra chegou a ser material obrigatório nas escolas americanas, até que em 2013 o governador de Chicago mandou retirar o material de venda, por ser considerada uma literatura islâmica.

Crédito: Cia. Das Letras

 

2. Batman — A Piada Mortal, de Alan Moore e Brian Bolland (2019)

Este box exclusivo da DC reúne as HQ's Batman — A Piada Mortal, de Alan Moore, e Coringa, por Brian Azzarello, em forma de capa dura. Anos após a história A Sedução do Inocente ter sido censurada por promover o homossexualismo, Batman — A Piada Mortal sofreu as mesmas consquências, mas por motivos diferentes. A obra fazia uma apologia ao estupro, e foi revisada após o escândalo.

Crédito: Panini 

 

3. Elektra Assassina, de Frank Mille (2016)

Mestra em artes marciais, Elektra Natchios foi treinada pela organização criminosa Tentáculo, sendo a arma humana mais perigosa da Terra. Ex-amante do personagem Demolidor, foi assassinada e trazida de volta à vida pelo mestre Stick. Por apresentar sede de sangue e fazer apologia ao satanismo, seus quadrinhos foram censurados, mas anos depois liberados para venda.

Crédito: Panini 

 

4. Y - O Último Homem, de  Brian K. Vaughan (2015)

A HQ conta a história de uma aniquilação que ocorre entre todos os homens, sobrando apenas um sobrivivente, chamado Yorick. O personagem passa a enfrentar organizações políticas e movimentos sociais formados apenas por mulheres. Em 2015, um rapaz da Universidade de Crafton Hills, na Califórnia tentou censurar a obra, alegando que o professor não havia mensurado pornográfia na HQ. O caso foi analisado, mas não foi adiante.

Crédito: Panini 

 

5. Vingadores: A Cruzada das Crianças, de Allan Heinberg e Jim Cheung (2016)

A HQ conta a história de jovens super-heróis que surgem após a Feiticeira Escarlate enlouquecer, fazendo inimigos atacarem os Vingadores. A obra contém a ilustração de um beijo homossexual e por isso foi censurada durante a Bienal do Livro, no Rio de Janeiro, em 2019, pelo prefeito Crivella. A imagem foi virou recorde de visualizações entre os internautas e luta contra a homofobia.

Crédito: Salvat

 


Acesse os links abaixo para comprar os produtos:

1. Persépolis, de Marjane Satrapi (2007) - https://amzn.to/2VAmYAm

2. Batman — A Piada Mortal, de Alan Moore e Brian Bolland (2019) - https://amzn.to/2Mtjag5

3. Elektra Assassina, de Frank Mille (2016) - https://amzn.to/35kbiG9

4. Y - O Último Homem, de  Brian K. Vaughan (2015) - https://amzn.to/326VODo

5. Vingadores: A Cruzada das Crianças, de Allan Heinberg e Jim Cheung (2016) - https://amzn.to/2MwbN7t

Vale lembrar que os preços e quantidade disponível das obras condizem com os da data de publicação deste post. Além disso, a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.