Curiosidades » Entretenimento

Confira 5 obras sobre o crime organizado de São Paulo

O Primeiro Comando da Capital, mais conhecido como PCC, é uma facção criminosa que ganhou notoriedade após os atentados de maio de 2006. Atualmente, atua também na Bolívia, Paraguai e Colômbia

Victória Gearini Publicado em 10/10/2019, às 17h10 - Atualizado às 17h30

None
- Matrix

1. A Guerra: a ascensão do PCC e o mundo do crime no Brasil, de Bruno Paes Manso e Camila Nunes Dias (2018)

Este livro reportagem retrata o crime organizado no Brasil, através de outra perspectiva e conta com relatos inéditos de integrantes de facções criminosas. A obra se destaca por apresentar a ascensão do PCC e como ele comanda os presídios de São Paulo, impondo sua influência sobre o Estado e sua internacionalização.

Crédito: Todavia

 

2. Salve Geral, de  Sergio Rezende (2009)

Indicado ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, em 2010, como Melhor Efeito Visual, Melhor Maquiagem e Melhor Direção de Arte, a trama aborda a história de uma mãe que tenta a todo custo tirar seu filho da prisão, após os crimes de maio de 2006. Entre os dias 12 e 17 daquela época, o PCC foi responsável por uma série de crimes, que deixou 298 mortos. Os ataques foram uma represália a transferência de presídio de seu líder, Marcola.

Crédito: Imprensa Oficial

 

3. Irmãos: Uma história do PCC, de Gabriel Feltran (2018) 

O sociólogo Gabriel Feltran apresenta o PCC como uma irmandade secreta, isto é, uma organização de apoio mútuo, com valores, em que ninguém pode intervir ou burlar os negócios e honra de um outro irmão. O autor aborda ainda o PCC como uma forma de renda, acesso à justiça e proteção de uma sociedade marginalizada pelo Estado. 

Crédito: Companhia das Letras

 

4. Laços de Sangue. A História Secreta do PCC, de Marcio Sergio Christino e Claudio Tognolli (2017)

O livro apresenta a origem de uma das maiores organizações criminosas do Brasil, desde a fundação por oito detentos, dentro a Casa de Custódia de Taubaté, em São Paulo, até as rebeliões, assaltos, sequestros, assassinatos e narcotráfico. O procurador Marcio Sergio Christino e o jornalista investigativo Claudio Tognolli retratam ainda a popularização do crime organizado fora dos presídios e sua internacionalização.

Crédito: Matrix

 

5. Proibido roubar na quebrada: território, hierarquia e lei no PCC, de Karina Biondi (2018) 

Esta etnografia conduz o leitor para dentro das ruas e quebradas de bairros humildes, localizados no estado de São Paulo. A autora não queria fazer uma obra em que o crime organizado fosse visto como um movimento social, mas ao mesmo tempo não queria apresentar o PCC como uma simples facção criminosa

Crédito: Terceiro Nome

 


Acesse os links abaixo para comprar os produtos:

1. A Guerra: a ascensão do PCC e o mundo do crime no Brasil, de Bruno Paes Manso e Camila Nunes Dias (2018) - https://amzn.to/326sKfg

2. Salve Geral, de Sergio Rezende (2009) - https://amzn.to/2B2ZvOO

3. Irmãos: Uma história do PCC, de Gabriel Feltran (2018) https://amzn.to/2AZeCZp

4. Laços de Sangue. A História Secreta do PCC, de Marcio Sergio Christino e Claudio Tognolli (2017) - https://amzn.to/2M54WmH

5. Proibido roubar na quebrada: território, hierarquia e lei no PCC, de Karina Biondi (2018)  - https://amzn.to/2nEc6EY

Vale lembrar que os preços e quantidade disponível das obras condizem com os da data de publicação deste post. Além disso, a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.