Curiosidades » Entretenimento

Tragédia do Andes: o acidente aéreo que parou o mundo

Sobrevivente relata em seu livro como foi se alimentar dos restos mortais de seus colegas

Victória Gearini Publicado em 17/10/2019, às 17h00 - Atualizado às 21h00

None
- Constable

Voo Força Aérea Uruguaia 571 transportava 45 pessoas quando caiu na Cordilheira dos Andes, Chile, em 13 de outubro de 1972. Durante a queda, 12 pessoas faleceram e 17 morreram com o passar dos dias, por conta do frio extremo e escassez de alimento. A Tragédia dos Andes, como ficou conhecida, foi pauta para diversos debates sobre os limites da sobrevivência humana.

O avião caiu quando seguia de Montevidéu para Santiago. Após sofrer turbulências, o piloto foi forçado a fazer um pouso de emergência em meio a uma tempestade. O cardiologista Roberto Canessa é um dos sobreviventes da tragédia. Em entrevista ao programa Victoria Derbyshire, da BBC ele contou que na época do acidente tinha 19 anos.

Segundo Canessa, no começo eles sobreviveram se alimentando de barrinhas de chocolate e doces que encontraram nas malas. O problema veio após alguns dias, quando a comida se esgotou.

"Alguém disse: acho que estou ficando louco, porque estou pensando em comer os corpos. O capitão do time disse: Você está louco, não nos tornaremos canibais, com certeza não iremos por esse caminho", conta Canessa.

O sobrevivente relembra que em um primeiro momento as pessoas relutaram para comer os restos mortais dos outros passageiros, até mudarem de ideia. "Pensei que se fosse uma das vítimas teria orgulho de meu corpo ser usado por meus colegas como um projeto de vida", afirma.

Ele disse ainda que conseguiu fazer um rádio funcionar e escutou quando as buscas foram encerradas. Após dois meses caminhou por 11 dias até encontrar pastores em uma área mais afastada da cordilheira.

O ocorrido inspirou Canessa a escrever a obra I Had to Survive: How a Plane Crash in the Andes Inspired My Calling to Save Lives (Eu tinha que sobreviver: como um acidente de avião nos Andes inspirou minha vocação para salvar vidas, em tradução livre) em que conta nos mínimos detalhes o acidente. A Tragédia dos Andes também já foi pauta do filme Vivos (1993), em que o cardiologista é interpretado pelo ator Josh Hamilton.


Saiba mais sobre a Tragédia dos Andes com outras obras abaixo:

1. I Had to Survive: How a Plane Crash in the Andes Inspired My Calling to Save Lives, de Roberto Canessa e Pablo Vierci (2016) - https://amzn.to/2pmenVL

2. A sociedade da neve, de Pablo Vierci (2010) - https://amzn.to/32qYP1w

3. Milagre nos Andes: 72 dias na montanha e minha longa volta para casa, de Nando Parrado e Vince Rause (2006) - https://amzn.to/2MM2oc6

4. Alive: The Story of the Andes Survivors, de Piers Paul Read (2016) - https://amzn.to/31tyLBT

5. Miracle In The Andes: 72 Days on the Mountain and My Long Trek Home, de Nando Parrado (2009) - https://amzn.to/32lhQT4

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível de produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.