Curiosidades » Hollywood

Das drogas aos acidentes de trabalho: 5 fatos perturbadores sobre os bastidores de O Mágico de Oz

As gravações do filme clássico eram o inferno não apenas para Judy Garland, mas também para muitos dos atores envolvidos

Isabela Barreiros Publicado em 21/06/2020, às 10h00 - Atualizado em 22/06/2020, às 16h48

Judy Garland como Dorothy, em O Mágico de Oz (1939)
Judy Garland como Dorothy, em O Mágico de Oz (1939) - Getty Images

1. O inferno de Judy Garland

Crédito: Domínio Público

 

Judy Garland começou a atuar com apenas dois anos e meio de idade, obrigada por sua mãe, que se tornou sua empresária. Com 17 anos, ela foi convocada para ser Dorothy Gale em O Mágico de Oz e as gravações pareciam mais com o inferno.

Ela tinha que realizar muitas dietas absolutamente cruéis, sendo até mesmo proibida de se alimentar e podendo apenas fumar cigarros, era apertada por espartilhos e era obrigada a usar drogas estimulantes e depressivas. A atriz também se tornou viciada em pílulas para dormir devido à rotina exaustiva de gravações e ensaios.


2. Abusos

A situação já era problemática sem levar em conta os abusos físicos sofridos por Judy durante as gravações. Segundo o ex-marido de Judy Garland, Sid Luft, em seu livro de memórias, Judy and I: My Life with Judy Garland (2017), ela sofria constantes assédios vindos dos atores dos famosos munchkins, que eram anões. Eles constantemente colocavam suas mãos por baixo do vestido branco e azul da atriz.

Outro episódio protagonizado por ela e pelo diretor do Mágico de Oz, Victor Fleming, também representa claramente a violenta situação. No filme, há uma cena em que Dorothy tem que bater no rosto do Leão Covarde, no entanto, Judy e todos no set caíam na risada durante os takes. O produtor Pandro Berman afirmou que Fleming puxou Garland de lado e deu um tapa em seu rosto para que ela gravasse a cena.


3. Acidente de trabalho

Crédito: Domínio Público

 

Margaret Hamilton, a atriz que interpretava a Bruxa Má no Mágico de Oz, também teve motivos para reclamar da produção do filme. Ela foi vítima de um grave acidente durante as gravações, que fez com que ela precisasse ficar seis longas semanas longe dos sets.

Há uma determinada cena em que a Bruxa deveria cair em um alçapão deixando labaredas para trás. No entanto, o planejamento falhou e ela foi sujeita a uma situação aterrorizante. Para o azar de Hamilton, o fogo começou a sair, mas o alçapão não abriu rápido como deveria. O acidente fez com que ela ficasse com queimaduras em seu rosto e mãos.


4. Irresponsabilidade

Buddy Ebsen era o famoso Homem de Lata do Mágico de Oz. No entanto, apenas originalmente: uma irresponsabilidade na produção fez com que ele tivesse de ser substituído na produção depois de passar duas semanas no hospital e mais seis se recuperando em casa.

A tinta metálica que ele deveria passar em todo o seu corpo — inclusive em seu rosto — continha pó de alumínio, nocivo de ser inalado. O ator teve de ser trocado por Jack Haley, que passou a ser pintado com pasta de alumínio, deixando menos pó para ser aspirado.


5.  Situação chata

Crédito: Domínio Público

 

O filme é conhecido por ter sido inovador no quesito artístico. Mesmo antigo, ele apresentou uma enorme qualidade em termos artísticos como cenários, músicas e figurinos que impressionam até os dias de hoje. No entanto, isso acabou gerando uma situação chata para os atores que tinham que usar as fantasias mais bem trabalhadas da produção.

A riqueza em detalhes das roupas fez com que muitos dos atores fossem excluídos por outras pessoas em set, que se sentiam incomodadas e desconfortáveis. Ray Bolger, que fez o Espantalho, Bert Lahr, o Leão Covarde, e Jack Haley, o Homem de Lata, eram constantemente obrigados a almoçarem sozinhos devido a esse problema, por exemplo.


+Saiba mais sobre o tema por meio das obras disponíveis na Amazon:

Hollywood: 131, de Charles Bukowski (1998) - https://amzn.to/2UXDWKe

Cenas de uma revolução: o nascimento da nova Hollywood, de Mark Harris (2011) - https://amzn.to/3c6gqAr

Hollywood Babylon: The Legendary Underground Classic of Hollywood's Darkest and Best Kept Secrets (Edição Inglês), de Kenneth Anger (1981) - https://amzn.to/2RurMWU

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du