Curiosidades » Literatura

De José de Alencar a Álvares de Azevedo: 5 obras de grandes nomes do Romantismo

O período Romântico no Brasil foi influenciado pela chegada da família real portuguesa e é considerado um marco na Literatura nacional

Victória Gearini Publicado em 23/01/2020, às 14h00 - Atualizado às 17h00

Retrato de José de Alencar e Álvares de Azevedo
Retrato de José de Alencar e Álvares de Azevedo - Creative Commons

1. O Guarani, de José de Alencar (2014) 

José de Alencar (1829-1877) / Crédito: Wikimedia Commons

 

O cearense José de Alencar foi patrono da Academia Brasileira de Letras. Atualmente, é considerado um dos maiores críticos, romancistas e dramaturgos de seu tempo. Patriota idealista, o escritor escreveu O Guarani, considerado uma das principais obras do indianismo romântico.

A narrativa se passa no início do século 17 e conta a história de Ceci, a filha de um português e Peri, um indígena. Mesmo com a rivalidade entre a família da jovem e do rapaz, Peri salva Ceci de uma avalanche. A partir disso, desencadeia uma série de conflitos, configurando assim a fase indianista do escritor.

2. Primeiros Cantos, de Gonçalves Dias (1997) 

Gonçalves Dias (1823-1864) / Crédito: Wikimedia Commons

 

Provindo do Maranhão, o advogado e jornalista, Gonçalves Dias e ficou famoso por escrever o poema Canção do Exílio, que o consagrou como poeta nacional. O poema compõe a obra Primeiros Cantos, que reúne diversos textos melancólicos e de exaltação a natureza. Além disso, a obra apresenta indígenas como heróis de suas próprias narrativas.

Primeiros Cantos apresenta, ainda, o Canto do Guerreiro, o Canto do Piága, o Canto do Índio e o Tabyra. Todas suas poesias, em comum, exaltam o americanismo. A partir desta obra há a consolidação do Romantismo no Brasil.

3. Lira dos vinte anos, de Álvares de Azevedo (2012) 

Álvares de Azevedo (1831-1852) / Crédito: Wikimedia Commons

 

Embora tenha morrido cedo, aos 20 anos, Álvares de Azevedo é um dos principais nomes da poesia romântica no Brasil. O escritor foi influenciado por lorde Byron, que o inspirou a escrever sobre seus descontentamentos com a vida e sobre suas angústias. Em sua escrita há traços de decepções, morbidez, tédio, melancolia e relatos de seus vícios.

Sua obra mais famosa, Lira dos vinte anos, reúne diversas poesias, como Ideias íntimas, Spleen e charutos, Lembrança de morrer, É ela! É ela! É ela! É ela! e Se eu morresse amanhã. Todos os poemas expressam insatisfação pela vida do escritor.

4. O Navio Negreiro, de Castro Alves (2013) 

Castro Alves (1847-1871) / Crédito: Wikimedia Commons

 

Castro Alves é considerado o principal representante da poesia condoreira no Brasil. O escritor utilizava uma linguagem persuasiva e objetiva para denunciar as atrocidades da escravidão. O romancista lutou, ainda, pela liberdade dos escravos. Sua obra mais famosa é O Navio Negreiro.

A coletânea narra a trajetória dos escravos trazidos da África para o Brasil, forçados a trabalharem no país. A obra conta em detalhes como era feito este tráfico humano e denuncia o sistema escravista da época, transmitindo ao leitor o sentimento de dor e desespero das vítimas.

5. Obras de Fagundes Varela, de Fagundes Varela (2014) 

Fagundes Varela (1841-1875) / Crédito: Wikimedia Commons

 

Patrono da Academia Brasileira de Letras, Fagundes Varela gostava de escrever temas sobre a natureza, sobre suas angústias e sobre a sua solidão. Além disso, era engajado em assuntos sociais e políticos. Amante da vida boemia, Varela ingressou na Faculdade de Direito no Largo São Francisco.

Obras de Fagundes Varela, reúne os melhores poemas de lirismo bucólico que marcaram o período do Romantismo no Brasil. Varela é considerado o precursor da poesia social e abolicionista, que expressam fortes sentimentos do poeta sobre a sociedade da época.


+Saiba mais sobre tema através de grandes obras:

O Guarani, de José de Alencar (2014) - https://amzn.to/36ewPiN

Primeiros Cantos, de Gonçalves Dias (1997) - https://amzn.to/2GeZMka

Lira dos vinte anos, de Álvares de Azevedo (2012) - https://amzn.to/2NQxctL

O Navio Negreiro, de Castro Alves (2013) - https://amzn.to/2RhlKsW

Obras de Fagundes Varela, de Fagundes Varela (2014) - https://amzn.to/36irSWr

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.