Curiosidades » Brasil

Uma festa brasileira: A fascinante evolução do Carnaval

Conheça a linha do tempo de uma das maiores festa do mundo, que teve sua origem ainda na Idade Média

Thiago Cid Publicado em 25/02/2020, às 11h00

Jogadora Marta durante desfile da escola Inocentes de Belford Roxo, Rio de Janeiro
Jogadora Marta durante desfile da escola Inocentes de Belford Roxo, Rio de Janeiro - Getty Images

Criado para aliviar as tensões antes do período cristão da quaresma, o Carnaval surgiu na Idade Média, embora festas de excessos existissem desde a Antiguidade. O nome vem de carnelevarium (adeus à carne em latim). Da Europa para o mundo, em nenhum lugar?a festa foi tão difundida e modificada como no Brasil, onde o povo teve participação ativa. No Rio de Janeiro, isso foi ainda mais intenso.

O primeiro Carnaval foi o entrudo, em que se faziam brincadeiras com lama, cinzas, farinha e fezes. Condenado em 1841, durou até o século 20, coexistindo com bailes e blocos. 

Em 1835, São realizados os primeiros bailes de máscaras no Rio de Janeiro. Inspirados nas festas parisienses, eles surgiram como desejo da elite por uma diversão sofisticada, em vez das brincadeiras grosseiras do entrudo.

Fundação do Congresso das Sumidades Carnavalescas, primeira sociedade carnavalesca do Rio surge em 1851. Inicialmente criadas para promover bailes, as sociedades passaram a organizar desfiles de mascarados e se tornaram o grande fenômeno do Carnaval no século 19.

Carnaval no Estado Novo / Crédito: Wikimedia Commons

 

Já em 1886 é fundado o Cordão Estrela da Aurora, o primeiro registro dessas associações. Os cordões eram uma alternativa popular e barata às sociedades. Com batuques africanos, eram temidos devido à presença de capoeiristas.

O ano de 1916 é marcado pelo nascimento do samba, na casa de Tia Ciata, a baiana mais famosa do início do século 20. Na antiga praça Onze, o local era ponto de encontro de compositores. Donga, freqüentador da casa, grava Pelo Telefone, primeiro registro existente do samba.

A Deixa Falar, primeira escola de samba, é fundada em 1928. O termo surgiu por causa da proximidade da sede da Deixa Falar com a Escola Normal, onde se formam os professores. O sambista e fundador da Deixa Falar Ismael Silva disse que ali se formariam os grandes professores do samba.

Primeiro concurso oficial das escolas de samba acontece em 1932. A vencedora é a Mangueira, fundada em 1928. Angenor de Oliveira, 19 anos, foi o responsável pelo nome, cores e organização da escola. Seu apelido: Cartola.

Em 1965, é realizado o primeiro desfile da Banda de Ipanema, criada pelo agitador cultural Albino Pinheiro e pela turma do jornal O Pasquim – entre eles os cartunistas Jaguar e Ziraldo. Os desfiles da banda eram um símbolo de irreverência e protesto nos primeiros anos da ditadura militar.

A primeira vez em que uma escola de samba considerada menor ganha o concurso é e, 1976. Sob o comando de Joãosinho Trinta, a Beija-Flor encantou o público com alegorias luxuosas e enormes. O enredo Sonhar com Rei Dá Leão foi uma homenagem ao jogo do bicho.

1984 foi o ano de inauguração do sambódromo e criação da Liga Independente. É o início da fase profissional da festa. A transmissão dos desfiles passa a ser cobrada.


+Saiba mais sobre o Carnaval por meio de grandes obras:

Escolas de samba do Rio de Janeiro, de Sérgio Cabral (2016) - https://amzn.to/2OOFTVM

Desde que o samba é samba, de Paulo Lins (2012) - https://amzn.to/3bAD3NK

Almanaque do carnaval: A história do carnaval, o que ouvir, o que ler, onde curtir, de por André Diniz (2008) - https://amzn.to/2SlWxON

O país do carnaval, de Jorge Amado (2011) - https://amzn.to/2HkXtfP

Carnaval e cultura: Poética e técnica no fazer escola de samba, de Milton Cunha (Autor) (2014) - https://amzn.to/37mMRYk

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.