Curiosidades » Curiosidades

Existem linhas magnéticas capazes de criarem eventos sobrenaturais?

Segundo o arqueólogo Alfred Watkins, as famosas "linhas ley" são responsáveis por eventos paranormais da História

Victória Gearini Publicado em 14/12/2019, às 21h00

Ilustração
Ilustração - Getty Images

Em 1921, o arqueólogo Alfred Watkins descobriu que diferentes lugares do mundo estavam alinhados. As linhas responsáveis por esse fenômeno ficaram conhecidas como “linhas ley”. Tal descoberta abriu margem para diversas teorias conspiratórias e sobrenaturais, entre elas o motivo da morte das bruxas de Salem.

Segundo a teoria do arqueólogo, as linhas ley se cruzam ao redor do mundo, como linhas latitudinais e longitudinais, mas concentram uma quantidade enorme de energia sobrenatural. De acordo com Alfred Watkins, alguns indivíduos podem absorver essas energias.

De acordo com o pesquisador, diversos monumentos estão conectados ao redor do mundo por uma linha magnética. Um bom exemplo disso está localizado no extremo sul da Irlanda até Isreal, onde há uma linha reta que conecta sete formas de relevo diferentes.

Outros monumentos famosos estão conectados a estas linhas, como as Grandes Pirâmides de Gizé, Chichen Itza e Stonehenge, motivo que poderia explicar o porquê estas maravilhas do mundo desafiavam as leis da arquitetura da época.

Mapeamento das linhas ley / Crédito: Wikimedia Commons

 

Para alguns historiadores as linhas ley explicaram também os acontecimentos envolvendo as bruxas de Salem, uma vez que a região é cortada por uma dessas linhas. Segundo a teoria, algumas mulheres na região teriam absorvido a energia sobrenatural do local.

No entanto, há quem conteste e teoria, como é o caso do pesquisador Paul Devereux, que afirmou que o conceito é falso e improvável de existir. Para ele, as linhas coincidem, mas não possuem ligação.

O autor de Paranormal Encounters: A Look at the Evidence, Jeff Belanger concordou com Paul Devereux. Belanger estuda as linhas ley há anos, por isso afirmou que o fato do termo ser usado para qualquer tipo de linha comprida prejudica sua credibilidade.

Até o momento, a Ciência não conseguiu comprovar a veracidade dessas linhas magnéticas, mas isso não impediu Alfred Watkins de conquistar diversos admiradores pelo mundo. Esta teoria costuma aparecer em explicações para eventos sobrenaturais e em monumentos históricos.


+Saiba mais sobre as linhas ley:

1. Paranormal Encounters: A Look at the Evidence (Edição Inglês), de Jeff Belanger (2011) - https://amzn.to/2PkT15N

2. Ley Lines (Edição Inglês), de Danny Sullivan (2011) - https://amzn.to/2LTVOAN

3. Ley lines: Hard pressed (Edição Japonesa), Sakaki Masashi - https://amzn.to/38FtfAW

4. Ley Lines: Their Nature and Properties - A Dowser's Investigation (Edição Inglês), de J. Havelock Fidler (1983) - https://amzn.to/2srgvwQ

5. Ley Lines: Early British Trackways, Moats, Mounds, Camps and Sites (Edição Inglês), de Alfred Watkins - https://amzn.to/34lBvlU

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.