Curiosidades » Bizarro

Luang Pho Daeng: O monge budista que foi mumificado e exposto em seu próprio templo

Após prever a chegada de sua morte, o religioso pediu a seus discípulos que o deixassem em Wat Khunaram como forma de inspiração

Daniela Bazi Publicado em 03/03/2020, às 07h00 - Atualizado às 08h00

Múmia de Luang Pho Daeng
Múmia de Luang Pho Daeng - Divulgação

O corpo mumificado de Luang Pho Daeng, um monge budista tailandês, se tornou um dos motivos para a grande visita de turistas ao templo Wat Khunaram, na Tailândia.

Morto há 40 anos, ele teve seis filhos, e só se dedicou ao budismo após os 50 anos de idade, quando começou a estudar meditação e os textos da religião. Tornou-se rapidamente um monge respeitado, lecionando no templo em que seu corpo se encontra atualmente.

Aos 79 anos, durante uma aula, revelou a seus alunos que sentia sua morte próxima, e declarou seu desejo de que, caso seu corpo não se decomponha, gostaria que permanecesse no templo como uma forma de inspiração para todos que frequentarem o local.

Corpo em exposição de Luang Pho Daeng / Crédito: Flickr

 

Dois meses após sua revelação, Luang faleceu, garantindo que seu corpo estaria preparado para ser mumificado de acordo com a prática budista pouco antes de sua morte. Em seus últimos dias de vida, o monge passou a diminuir a quantidade de comida e bebida que, segundo a religião, o mostraria uma alta forma de iluminação.

Na semana que antecedeu sua morte, viveu apenas de meditação, e foi encontrado sem vida ainda na posição de lótus. Seus discípulos realizaram seu desejo, deixando seu corpo mumificado em exposição dentro de uma caixa de vidro.

Devido a desidratação, sua pele e seus órgãos internos foram altamente preservados, apenas com algumas imperfeições em seu crânio. Por isso, óculos escuros foram colocados em seu rosto para esconder seus olhos deteriorados.

Múmia de Luang Pho Daeng / Crédito: Flickr

 

O corpo de Luang Pho Daeng continua em exposição no templo Wat Khunara, recebendo inúmeros visitantes budistas e não budistas durante o ano, que vão até o centro religioso apenas para conferir uma das múmias mais reconhecidas da Tailândia.


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo

Uma breve história da arqueologia, Brian Fagan, Janaína Marcoantonio (e-book) - https://amzn.to/31AovsS

Buda: Sua Vida Seus Ensinamentos e o Impacto da sua Presença na Humanidade, Osho (2011) - https://amzn.to/2UziOKz

Introdução à Filosofia Budista, Ana Paula Gouveia (e-book) - https://amzn.to/2Sa0y8R

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.