Curiosidades » Brasil

O primeiro emprego de Lampião - que não incluía matar inocentes - antes de virar o rei do cangaço

Descubra as raízes de Virgulino Ferreira da Silva, quando estava longe de tornar-se um mito no imaginário popular brasileiro

Xico Sá Publicado em 21/12/2019, às 10h00

Lampião, quando jovem
Lampião, quando jovem - Wikimedia Commons

Antes de entrar para o cangaço, Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, ganhava a vida trabalhando para Delmiro Gouveia. Sujeito pacato, incapaz de matar uma mosca, o jovem Virgulino, entre os 17 e os 19 anos, prestava serviços como almocreve, profissional que transportava em lombo de burro mercadorias pela caatinga afora.

Conduzia grandes cargas de couro de boda da Bahia e Pernambuco para a fazenda Pedra, hoje município de Delmiro Gouveia, a 300 km de Maceió. Era um serviço duro, herdade de tradição familiar, que rendia por mês pouco dinheiro, algo em torno de dois salários mínimo hoje, e um estrago na saúde.

Lampião / Crédito: Wikimedia Commons

 

Mas a experiência como desbravador de veredas e quebradas do interior do Nordeste seria bastante útil tempos depois, já nos anos 20 do século passado. Virgulino deixou a fama de bom menino para virar cangaceiro, ramo de vida no qual fez fortuna, como comprova o historiador Frederico Pernambuco de Mello, autor de Guerreiros do Sol, principal livro sobre o cangaço no Brasil.

Morto por pistoleiros em uma emboscada, no ano de 1917. Delmiro não viu seu ex-empregado construir fama e tornar-se um mito no sertão, o que seguramente condenaria. Na vila de Pedra, sob o seu comando, era proibido o uso de armas de fogo, mesmo que “inocentes” espingardas de chumbo para a caça de aves, ainda hoje muito comuns no sertão.


+Saiba mais sobre o Cangaço através das obras abaixo: 

1. Apagando o Lampião: Vida e Morte do rei do Cangaço, Frederico Pernambucano de Mello - https://amzn.to/2RUsU7d

2. Lampião, Senhor do Sertão. Vidas e Mortes de Um Cangaceiro, de Élise Grunspan Jasmin (2006) - https://amzn.to/2RWQq3r

3. Guerreiros do sol: violência e banditismo no Nordeste do Brasil, de Frederico Pernambucano de Mello (2011) - https://amzn.to/2YQNZ3Y

4. Os cangaceiros: Ensaio de interpretação histórica, de Luiz Bernardo Pericás - https://amzn.to/2YROsms

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.