Curiosidades » Literatura

Orgias, plágio e suicídio: a insólita origem do clássico O Vampiro

Inspirada em Lord Byron, a obra de John Polidori foi o primeiro romance inglês sobre vampiros

Victória Gearini Publicado em 12/02/2020, às 22h10

Lord Byron
Lord Byron - Wikimedia Commons

O clássico O Vampiro, por muitos anos, foi atribuído ao poeta Lord Byron. No entanto, o primeiro romance inglês sobre vampiros foi escrito por John Polidori, que se inspirou nas aventuras insólitas de Byron.

Nascido em Londres, em 1795, John William Polidori foi um grande médico e escritor inglês que influenciou o movimento romântico. Além disso, acredita-se que foi o precursor do gênero de fantasia e ficção, por meio de contos de vampiros.

Ainda jovem, ingressou os estudos na Faculdade de Ampleforth e posteriormente na Universidade de Edimburgo, onde recebeu seu diploma de medicina, em 1815, aos 19 anos. Um ano após sua formatura, o rapaz passou a trabalhar como médico particular do romancista Lord Byron, que lhe convidou para passar as férias em uma casa alugada no Lago de Genebra, na Suíça.

John Polidori / Crédito: Wikimedia Commons

 

Entre os convidados estavam Mary Godwin, sua meia-irmã Claire Clairmont e Percy Shelley, futuro marido de Mary — que mais tarde adotaria o sobrenome do amado. As férias foram regradas por orgias, drogas e poesias. No entanto, em uma noite chuvosa, os amigos estavam entediados, até que Byron propôs que cada pessoa ali presente escrevesse uma história de fantasma.

Percy Shelley escreveu A Fragment of a Ghost Story e cinco histórias sobrenaturais, publicadas mais tarde no Jornal de Genebra. Mary Godwin, mais conhecida por Mary Shelley, escreveu o conto que mais tarde originou Frankenstein. Byron, por sua vez, escreveu Fragmento de um Romance, que retrata a história do personagem fictício Augusto Darvell.

O protagonista da história de Byron serviu de inspiração para Polidori descrever de forma sarcástica Augusto Darvell, baseando-se no próprio criador do personagem. Ao descobrir que a obra O Vampiro era na verdade uma feroz crítica a si, Byron demitiu Polidori.

Lord Byron / Crédito: Wikimedia Commons

 

Desempregado, Polidori voltou para a Itália e, somente anos mais tarde, voltou para a Inglaterra. Ao retornar, se deparou com sua obra publicada na edição de abril de 1819 do New Monthly Magazine e, para piorar, assinada por Lord Byron. Numa tentativa de reparar seu erro, o poeta lançou sua própria história de vampiro, chamado Fragmento de uma Novela, mas O Vampiro permaneceu associado ao seu nome.

Em 24 de agosto de 1821, John Polidori foi encontrado morto, em Londres, com indícios de suicídio, por envenenamento com cianeto. Aos 26 anos, o médico sofria de depressão profunda. Embora as fortes evidências, o juiz, na época, declarou que Polidori teve uma morte natural e arquivou o caso.


+Saiba mais sobre o tema por meio de grandes obras:

O Vampiro (Coleção Góticos Livro 2), de John William Polidori (2014) - https://amzn.to/2tO2kTE

Poemas, de Lord Byron (2008) - https://amzn.to/3buwlZH

As trevas e outros poemas, de Lord Byron (2014) - https://amzn.to/2SzVvO0

Lord Byron: The Major Works (Edição Inglês), de Lord Byron e George Gordon (2016) - https://amzn.to/38ohCgT

Lord Byron Selected Poems (Edição Inglês), de Lord Byron e George Gordon (2006 ) - https://amzn.to/2UJ2rLr

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.