Curiosidades » Idade Média

Qual a diferença entre Cavaleiros Templários, Hospitalários e Teutônicos?

Entenda as principais características das Ordens medievais, que exerceram forte influência nas Cruzadas

Alana Sousa Publicado em 14/01/2020, às 12h20

Ilustração de um cavaleiro templário
Ilustração de um cavaleiro templário - Getty Images

A Ordem militar da Cavalaria no período da Idade Média se prolongou durante os anos de 1118 até 1312, sua função era, principalmente, proteger cristãos peregrinos que estavam indo até Jerusalém — na tentativa de reaver a Terra Santa dos muçulmanos. Eles faziam votos de pobreza e obediência. Batalhas foram travadas em nome de Cristo e, em sua maior parte, envolveu as ordens dos cavaleiros.

No entanto, a famosa ordem medieval envolve outros segmentos além dos Templários, tais como Hospitalários e Teutônicos — cada um possui sua especificidade e diferem entre si.

Cavaleiro Templário / Crédito: Wikimedia Commons

 

Os Cavaleiros Templários foi uma organização criada em 1119, por Hugo de Payens, com o intuito de defender a Terra Santa (Jerusalém) de ataques. Sua marca registrada era um cavalo montado por dois cavaleiros, que carregavam em suas vestes e bandeira uma cruz vermelha. Não só de homens eram formados os Templários, mas também por soldados de infantaria, como escudeiros, padres, trabalhadores e até mesmo mulheres.

Cavaleiro Hospitalário / Crédito: Wikimedia Commons

 

A Ordem dos Cavaleiros Hospitalários foi fundada em 1099, e para ela era designado o cuidado com os doentes. Naquele mesmo ano, em Jerusalém, foi fundada uma casa religiosa para acolher os fiéis atacados por opositores e mais tarde a construção se tornaria um hospital. Apesar de iniciarem os trabalhos apenas cuidando de feridos, logo os hospitalários precisaram receber treinamento para batalha, e chegaram a participar de algumas Cruzadas — foi a única Ordem que sobreviveu aos conflitos. Suas vestes eram uma túnica branca com manto preto, no qual trazia bordado uma cruz de ouro.

Cavaleiros Teutônicos / Crédito: Wikimedia Commons

 

Já os Cavaleiros Teutônicos foram aprovados pelo papa Clemente III, em 1191. Era uma Ordem derivada dos Hospitalários, para cuidar de um hospital para peregrinos alemães. Os Teutônicos nunca alcançaram um número muito grande de membros, pois era preciso que os cavaleiros tivessem origem nobre germânica para ingressar, entretanto, exerciam grande influência. Seus uniformes eram túnicas brancas com uma cruz preta.


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo

Os Templários: a História Dramática dos Cavaleiros Templários, a Mais Poderosa Ordem Militar dos Cruzados, de Piers Paul Read (2000) - https://amzn.to/2JdCnSe

Os Templários, de Barbara Frale (2007) - https://amzn.to/2N6Fxbd

Os Cavaleiros Templários nas Cruzadas, de John J. Robinson (2014) - https://amzn.to/35UPyRz

Templários: Os Cavaleiros de Deus, de Edward Burman (2006) - https://amzn.to/2MZYe0m

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.