Curiosidades » Personagem

Lottie William: o bizarro caso da mulher que foi atingida por lixo espacial e sobreviveu

A norte-americana caminhava por um parque nos Estados Unidos quando se deparou com o que parecia ser uma estrela cadente

Vanessa Centamori Publicado em 07/03/2020, às 17h30

Pedaço de um tanque do foguete Delta II, que caiu em 1997, nos Estados Unidos
Pedaço de um tanque do foguete Delta II, que caiu em 1997, nos Estados Unidos - Wikimedia Commons

Considerando que a maior parte do nosso planeta é composta por oceanos, as chances de que lixo espacial caia sob as nossas cabeças é remota: cerca de uma a cada 3,2 mil. Surpreendentemente, em janeiro de 1997, uma mulher nos Estados Unidos teve o azar de ser atingida por um objeto que adentrou a atmosfera. 

Mas, ela também teve a enorme sorte de ter sobrevivido — e saído intacta. Tudo aconteceu quando a cidadã norte-americana, chamada Lottie William, estava caminhando ao lado de duas amigas por um parque no estado do Oklahoma de madrugada, mais ou menos às 3h30 da manhã. 

Ao longo da história, missões da NASA e de outras agências espaciais, como a Agência Espacial Europeia ( ESA), têm liberado lixo espacial próximo à Terra 

De repente, elas avistaram o que parecia ser uma bola de fogo vinda dos céus e ficaram encantadas. Em entrevista ao site FoxNews.com, a moça relatou que pensou que fosse uma estrela cadente. “Foi lindo”, afirmou. 

Mas aquele sentimento tornou-se pesadelo em questão de segundos: assim que William sentiu algo no ombro, ela ficou com medo e começou a correr. Um estrondo soou no chão atrás dela. E logo a norte-americana sentiu o peso do que ao toque parecia ser uma lata de refrigerante. “[Visualmente] parecia um pedaço de tecido, mas quando você tocava nele, soava metálico”, contou a mulher, que pensou ter encontrado um pedaço de uma estrela cadente. 

Módulo de um outro foguete Delta II , que caiu na Arábia Saudita/ Crédito: Wikimedia Commons 

 

Mas claro, cientificamente falando, isso não seria possível. Na verdade, o que chamamos de estrelas cadentes são sempre meteoros. E no caso, nem se tratava de um meteoro: muito provavelmente, era um pedaço de um foguete Delta II, lançado em 1996.

O resto do tanque de 260 quilos, de onde havia saído o fragmento que a atingiu, caiu no Texas, próximo à uma fazenda. O pedaço foi analisado pelo pesquisador Winton Cornell, da Universidade de Tulsa, que concluiu que o material era usado pela NASA para isolar tanques de combustível. A secretária de defesa agência espacial norte-americana então enviou uma carta para William, se desculpando pelo ocorrido.


+Saiba mais sobre o espaço através das obras abaixo

Endurance... Um Ano no Espaço, de Kelly ScottGottlieb Andrea e Paiva Thaís ( 2017) - https://amzn.to/38ytaxj

Cosmos, de Carl Sagan ( 2017) - https://amzn.to/39xBn6y

Elon Musk: Como o CEO bilionário da SpaceX e da Tesla está moldando o nosso futuro, de  Ashlee Vance ( 2015) - https://amzn.to/2wwt64a 

Neil Armstrong: A biografia essencial do primeiro homem a pisar na Lua, de  Jay Barbree e Karina Gercke ( 2018) - https://amzn.to/2TuQPL5

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.