Curiosidades » Animal

Lux, o gato que acabou parando nas manchetes dos EUA

Em 2014, o bichano teve um acesso de raiva que fez os seus donos se esconderem no banheiro

Redação Publicado em 11/07/2021, às 09h00

Lux durante episódio de série "My Cat from Hell", do Animal Planet
Lux durante episódio de série "My Cat from Hell", do Animal Planet - Divulgação / Youtube/ Animal Planet

No início de 2014, um episódio incomum ocorrido no estado norte-americano de Portland surpreendeu os estadunidenses. Tratava-se de uma família que precisou se trancar no banheiro e ligar para a polícia após seu gato ter um violento acesso de raiva. Toda vez que eles tentavam deixar o cômodo, o felino voltava a avançar, de forma que eles se viram sem saída. 

Para muitos, imaginar um animal de estimação, que é geralmente visto como fofo e amoroso, fazendo seus donos de “refém” chega a ser uma ideia engraçada, mas para Teresa Barker e Lee Palmer, foi uma situação assustadora e até mesmo perigosa, uma vez que o filho do casal era um bebê de apenas sete meses. 

Inclusive, tudo tinha começado quando o felino fez repetidas tentativas de atacar o pequeno. Para tentar impedir aquilo de continuar acontecendo, dupla o puniu, porém isso apenas o deixou mais agressivo, levando a situação ao seu desfecho intenso que foi parar nos jornais norte-americanos. O caso foi repercutido por uma matéria do G1 naquele mesmo ano. 

Felizmente, ninguém se machucou. O primeiro número discado pela família foi do Controle de Animais, mas como o serviço estava demorando para responder, foi mais fácil chamar policiais, que foram capazes de remover o bichano da residência, assim devolvendo a tranquilidade para seus donos acuados. 

O gato em questão, que se chamava “Lux”, precisou ir para outra casa.

“No início, quando acolhemos Lux, ele era um gato com alguns problemas. Uma preocupação em particular era o fato que ele não brincava e sempre se movia de forma lenta. Mas nós continuamos a seguir as orientações do veterinário com ele, e Lux progrediu, um passo por vez (...), até mesmo perseguindo brinquedos de corda. Nesse período, ele realmente prosperou e conseguiu liberar sua tensão de maneira construtiva. Nós pensamos que estava tudo bem”, contou Mollie, uma das novas donas do animal, segundo divulgado pelo site Good Pet Parent em uma matéria de 2019. 

Mollie, a nova 'mãe' de Lux / Crédito: Divulgação/ Youtube/ Animal Planet 

 

Logo, porém, o bichano voltou a apresentar problemas, tornando-se agressivo de um momento para o outro, em episódios que duravam dias de cada vez. “Eu vi muitos gatos violentos, loucos, ferozes, assustados e com dor, e esse acesso de raiva não era como nenhum deles”, descreveu a nova dona de Lux

Foi necessário buscar ajuda profissional novamente, e dessa vez não apenas de um especialista em comportamento felino, uma vez que parecia haver algo a mais de errado com o animal. Após alguns exames, o problema finalmente foi encontrado: o gato sofria de Síndrome da Hiperestesia Felina. 

A condição, que se apresenta através de uma série de sintomas variados, incluindo humor imprevisível e agressividade, pode ser tratada através de remédios. Infelizmente, a nova família de Lux o entregou para um santuário de gatos. 

“Eu considero adoção um compromisso para a vida, e precisar dá-lo vai contra tudo que eu acredito, mas eu realmente tenho fé que ele está sob os melhores cuidados agora, e o que é melhor para Lux é mais importante”, concluiu Mollie para o Good Pet Parent.