Curiosidades » Arqueologia

As mais ricas descobertas da semana divulgadas na AH

Funcionamento da misteriosa Máquina de Anticítera, a escultura de madeira que tem o dobro da idade do Stonehenge, vinho de frutas de 3 mil anos, impressionante máscara de ouro chinesa, enorme mosaico romano e muito mais!

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 28/03/2021, às 08h00

Representação da Máquina de Anticítera
Representação da Máquina de Anticítera - Divulgação/ University College London

1. Funcionamento da misteriosa Máquina de Anticítera

Painel frontal de uma reconstrução feita em 2007 / Crédito: Wikimedia Commons

 

Pesquisadores realizaram uma nova reconstituição da Máquina de Anticítera com o objetivo de simular como ela funcionava há cerca de 2 mil anos. Agora, os cientistas sugerem que a ferramenta, considerada o primeiro computador analógico da história, era capaz de determinar ciclos observáveis de movimentação de outros planetas, como Vênus e Saturno.  

Leia a notícia completa aqui.


2. Verdadeira idade de escultura de madeira encontrada na Rússia

Crédito: Wikimedia Commons

 

Um estudo investigou uma escultura de madeira de quase três metros de altura e um rosto esculpido encontrada na Rússia. Para os especialistas, o totem é 900 anos mais velho do que se pensava: ele teria 12.250 anos, o dobro da idade do Stonehenge e da mais velha pirâmide do Egito. 

Leia a notícia completa aqui.


3. Raro mural de 2.500 anos em local maia no México

Crédito: Divulgação/Rogelio Valencia - Proyecto Arqueológico Calakmul.

 

Um mural raro foi encontrado no local maia de Calakmul, no México. Ele representa um comerciante vendendo um pacote do que acredita-se ser sal para uma pessoa, há mais de 2.500 anos. Segundo o estudo realizado com o artefato, trata-se da mais antiga evidência do sal como mercadoria. 

Leia a notícia completa aqui.


4. Estudo sobre a erupção do Monte Vesúvio em Pompeia

Pesquisadores realizaram uma análise inovadora que tinha como intuito descobrir quanto tempo o Monte Vesúvio demorou para matar os cidadãos de Pompeia durante uma erupção que aconteceu em 79 d.C. A conclusão do estudo foi que, em apenas 15 minutos, a erupção chegou aos moradores da cidade, matando-os rapidamente. 

Leia a notícia completa aqui.


5. Vinho de frutas de 3 mil anos na China

Crédito: Divulgação/Cao Jun

 

Arqueólogos encontraram um recipiente com um líquido transparente em um túmulo localizado no município de Yuncheng, no norte da China. Após pesquisas, concluiu-se que tratava-se de vinho feito com frutas fermentadas, desenvolvido durante a dinastia Zhou. Para os pesquisadores, esse é o mais antigo registro de um vinho de frutas.

Leia a notícia completa aqui.


6. Estudo sobre importante cidade egípcia abandonada 

Os artefatos encontrados no local / Crédito: Divulgação/Antiquity

 

Escavações realizadas na região onde, no passado, estava a cidade de Berenike, no Egito Antigo, revelaram um poço preenchido por areia. A partir dessa descoberta, um estudo foi realizado para entender o abandono do local por volta de 200 a.C., que permaneceu por quase 50 anos. Para os pesquisadores, uma erupção vulcânica causou uma enorme seca na região. 

Leia a notícia completa aqui.


7. Máscara de ouro de 3 mil anos em poço na China

Decoração em ouro (esq.) e busto humano (dir.) encontrados no local / Crédito: Shen Bohan/Xinhua/Sipa USA

 

Em um poço localizado no sítio arqueológico na província de Sichuan, na China, especialistas identificaram centenas de artefatos que possuem pelo menos 3 mil anos. Entre eles, estava uma impressionante máscara de ouro que pesa 280 gramas a apresenta uma composição estimada em 84% ouro.

Leia a notícia completa aqui.


8. Mural de 3,2 mil anos em vale no Peru

Representação do mural / Crédito: Divulgação/Feren Castilla

 

Agricultores encontraram na província de Virú, em Lima, no Peru, um mural da cultura Cupisnique que tem 3,2 mil anos. Segundo os pesquisadores envolvidos, ele representa uma aranha segurando uma faca, possivelmente relacionado à fertilidade. Isso pode indicar que o local servia para cerimônias religosas no passado. 

Leia a notícia completa aqui.


9. Mosaico romano em antigo complexo de vilas na Espanha

Crédito: Divulgação/Universidad de Jaen

 

Arqueólogos identificaram um complexo de vilas romanas na cidade de Rus, no sul da Espanha. Agora, eles revelaram outra descoberta: um enorme mosaico romano, que tem proporções de 9 por 18 metros. Além disso, o mural apresenta desenhos geométricos e padrões guilhoché. 

Leia a notícia completa aqui.


10. Estudo revela que neandertais faziam uso de palitos de dente

Crédito: Divulgação/Wioletta Nowaczewska

 

Uma pesquisa foi realizada em dentes muito antigos encontrados na Caverna de Stajnia, localizada na Polônia. Os especialistas identificaram que os neandertais do local já se preocupavam com a higiene bucal quando perceberam marcas de palito nos dentes. Para os arqueólogos, eles poderiam usar um pedaço de galho ou osso para tal.

Leia a notícia completa aqui.


+Saiba mais sobre arqueologia por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

Arqueologia, de Pedro Paulo Funari (2003) - https://amzn.to/36N44tI

Uma breve história da arqueologia, de Brian Fagan (2019) - https://amzn.to/2GHGaWg

Descobrindo a arqueologia: o que os mortos podem nos contar sobre a vida?, de Alecsandra Fernandes (2014) - https://amzn.to/36QkWjD

Manual de Arqueologia Pré-histórica, de Nuno Ferreira Bicho (2011) - https://amzn.to/2S58oPL

História do Pensamento Arqueológico, de Bruce G. Trigger (2011) - https://amzn.to/34tKEeb

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp