Marte ataca: o pânico verdadeiro que envolveu o enredo de Guerra dos Mundos

Veja cinco curiosidades sobre o episódio fictício que resultou num verdadeiro caos nos EUA

Redação Publicado em 13/09/2020, às 11h00

Cena do filme Guerra dos Mundos (2005)
Cena do filme Guerra dos Mundos (2005) - Divulgação/Paramount Pictures

Quem já assistiu o filme Guerra dos Mundos (2005), de Steven Spielberg, imaginou “e se fosse real?”. Estrelado por grandes atores como Tom Cruise e Tim Robbins, o longa constou com um investimento de 128 milhões de dólares.

Cena do filme Guerra dos Mundos (2005)  - Divulgação/Paramount Pictures

 

A grande pegada do filme é a sua história, que dá pano para manga há mais de um século. Isso porque uma confusão envolvendo o livro A Guerra dos Mundos (1898) causou uma verdadeira confusão nos EUA.

Pensando nisso, separamos cinco curiosidades sobre o episódio ocorrido em 1938.

1. O livro

Antes de falar sobre o episódio, precisamos falar sobre o enredo por trás de tudo. A obra Guerra dos Mundos, escrita em 1898 por H.G Wells, narra uma fictícia invasão marciana que, em 1901, destrói parte da Inglaterra.

Herbert George Wells / Crédito: Divulgação

 

O filme de Spielberg é uma transposição dessa história para o estado americano de New York nos dias atuais – por isso os vilões não são mais marcianos.

2. Na rádio

O texto já havia sido adaptado para a televisão, mas as versões para o rádio foram as de maiores repercussões – às vezes catastróficas. A mais famosa ocorreu  em 30 de outubro de 1938, nos Estados Unidos.

Orson Welles – futuro diretor de Cidadão Kane, já na época uma famosa voz do rádio -, reescreveu o enredo de modo a narrar a invasão com boletins jornalísticos. E aí aconteceu a tragédia.

3. Transmissão trágica

O programa foi ao ar pela rede CBS. As pessoas do país todo sintonizavam e ouviam um suposto repórter contar que a Terra estava sendo invadida por marcianos. Uma verdadeira confusão.

Há controvérsias sobre os números, mas estima-se, que, dos 6 milhões de ouvintes, 1 milhão entrou em pânico. “houve tentativa de suicídio. Os hospitais ficaram cheios e as linhas de telefone, congestionadas”, explica Fábio Pietraroia, professor à AH em 2005.

4. Boletins extraordinários

A depressão de 1929 e as crises europeias que, meses depois, resultariam na Segunda Guerra Mundial tornavam a população sempre atenta a boletins extraordinários dos rádios, que vivia sua época de ouro.

“Além disso, os cientistas acreditavam que havia vida em Marte e que os marcianos poderiam mesmo vir à Terra”, revelou Fábio.

5. Outras experiências

A experiência foi repetida em outros lugares do mundo, às vezes com sérias consequências. Em 1949, foi à vez de Quito, Equador. Quando os ouvintes souberam que era ficção, passaram de apavorados a enfurecidos.

Assim, atearam fogo ao prédio da rádio. No final do episódio, vinte pessoas morreram. Embora o filme não tenha causado nenhum episódio do tipo, muitas pessoas se impressionaram com a produção de Spielberg.


++Saiba mais sobre esta e outras obras relacionadas com o tema através de livros disponíveis na Amazon Brasil

Guerra dos Mundos, de H. G. Wells (2016) - https://amzn.to/37fd8si

Guerra dos Mundos: Retaliação, de John J. Rust e Mark Gardner (2017) - https://amzn.to/39hHmfI

Fake News. A Conexão Entre a Desinformação e o Direito, de Diogo Rais (2018) - https://amzn.to/34Zhli6

Fake News - Quando os Jornais Fingem Fazer Jornalismo, de Cristian Derosa (2019) - https://amzn.to/2smN7Iz

Como Não Ser Enganado Pelas Fake News, de Januaria C. Aidar, Flavia & Alves (2019) - https://amzn.to/2PWoag1

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du