Curiosidades » Monarquia britânica

Matrimônio condenado: Charles disse que não amava Diana um dia antes do casamento

A chocante revelação foi feita pelo astrólogo da princesa em um documentário que será lançado em breve

Alana Sousa Publicado em 18/11/2020, às 14h45 - Atualizado às 15h46

Charles e Diana no dia da cerimônia
Charles e Diana no dia da cerimônia - Getty Images

O casamento do herdeiro da coroa britânica com uma jovem aristocrata foi repleto de polêmicas, crises e traições. O matrimônio conturbado entre Charles, filho de Elizabeth II, e Diana Spencer é alvo de fascinação até os dias atuais.

O que parecia ser um conto de fadas era, na verdade, o pesadelo da Princesa do Povo. Nem mesmo a luxuosa cerimônia, com mais de três mil convidados, que foi transmitida e assistida por cerca de um bilhão de pessoas ao redor do mundo conseguiu manter em segredo o que, de fato, acontecia quando o público não estava olhando.

As crises entre a Princesa e o Príncipe de Gales ganharam novamente as manchetes nas últimas semanas, impulsionadas pela estreia da quarta temporada da produção da Netflix The Crown, que apresentará o início e os obstáculos do casamento real.

Mesmo tendo chegado ao fim oficialmente em 1996 — a separação já tinha acontecido em dezembro de 1992 —, a relação de Diana e Charles nunca realmente saiu dos holofotes. Sendo um assunto delicado para a família real, principalmente para os filhos Harry e William, este que chegou a dizer, segundo a revista Times, que o seriado está “explorando os meus pais para ganhar dinheiro”.

Diana e Charles no dia de seu casamento / Crédito: Getty Images

 

Ausência de amor

Ao alcançar os 30 anos, Charles estava pressionado a encontrar uma esposa. Sendo o primeiro da fila para sentar no trono, a escolha de uma companheira não só significava o início de uma família, mas também, a futura rainha.

Entretanto, muito antes da relação extraconjugal de Charles com Camilla Parker-Bowles, algo afetou o relacionamento de Lady Di antes mesmo de se casar. Segundo o astrólogo da princesa, Penny Thornton, um dia antes do evento real de 29 de julho de 1981, o filho da rainha afirmou não amá-la.

A revelação faz parte da entrevista de Thornton ao documentário “The Diana Interview: the revenge of a princess” (A entrevista de Diana: a vingança de uma princesa, em tradução para o português). A produção irá ao ar ainda nesta semana, como comemoração de 25 anos da famosa entrevista que Diana concedeu ao programa Panorama, da BBC, em novembro de 1995.

“Uma das coisas mais chocantes que Diana me contou foi que, na noite anterior ao casamento, Charles disse a ela que não a amava”, afirmou o astrólogo. “Acho que Charles não queria ir ao casamento com base em uma premissa falsa. Ele queria acertar as contas com ela e foi devastador para Diana. Ela pensou em não comparecer ao casamento”, confessou Penny.

A relação estava condenada antes mesmo de ser selada na igreja. O amor de Charles pela ex-namorada Camilla nunca havia morrido, seu temperamento difícil e comentários sobre Diana deixavam a mulher em estado miserável, sendo um importante fator para o desenvolvimento de seus distúrbios alimentares e psicológicos.

Diana e Charles em seu casamento / Crédito: Divulgação

 

Por outro lado, o restante da monarquia também não aceitava a princesa, como ela mesma chegou a confirmar. A convivência com Elizabeth II não era das melhores, assim como a insatisfação da jovem com os protocolos e regras cotidianas.

Porém, a afirmação de Charles um dia antes do matrimônio foi como um presságio de tudo que ainda estaria por vir, culminando na morte trágica de Lady Di em um acidente de carro, em 1997. Poucos anos depois, em 2005, Charles casou-se com a amanteCamilla, com quem permanece até hoje.

O caso de longa data entre os dois era de conhecimento de Diana, que na icônica conversa com o jornalista Martin Bashir, comentou sobre as traições do marido e proferiu a frase que seria reproduzida pelo mundo através das décadas: “Bem, éramos três neste casamento, então estava um pouco lotado”.


+Saiba mais sobre a família real britânica por meio das obras disponíveis na Amazon

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7