Curiosidades » Família real britânica

'Momento mágico': A curiosa história do vestido de noiva da princesa Diana

Criada pela dupla David e Elizabeth Emanuel,a peça se tornou uma das mais icônicas da história da monarquia europeia

Alana Sousa Publicado em 11/07/2021, às 08h00

Diana no dia de seu casamento usando o famoso vestido
Diana no dia de seu casamento usando o famoso vestido - Getty Images

O grande dia havia chegado, após muita expectativa e ansiedade, Diana e o príncipe Charles, herdeiro do trono britânico e primogênito de Elizabeth II, subiriam ao altar naquela quarta-feira, dia 29 de julho de 1981.

Tudo era acompanhado de perto pela imprensa, desde o anúncio do noivado do casal, até como seriam os detalhes da cerimônia real. Havia bastante pressão, visto que aquela jovem aristocrata Diana Spencer, que era professora de uma creche, se casaria com o futuro rei da Inglaterra.

Mesmo que esse dia jamais tenha chegado, e o final do casamento de Charles e Diana tenha sido conturbado, repleto de traições, acusações e rivalidade, além da morte precoce da princesa e da longa espera do príncipe para finalmente se sentar no trono, a ocasião foi marcante e uma das mais comentadas da família real britânica.

Charles e Diana no dia da cerimônia / Crédito: Getty Images

 

O vestido de noiva de Diana

Muitas vezes chamado de "o segredo mais bem guardado da história da moda", era de extrema importância que ninguém soubesse nada sobre o vestido de noiva de Diana até o dia de oficializar o matrimônio.

Desde os primeiros passos para escolher o vestido, Lady Di se mostrou bastante realista e simples, surpreendeu a todos a escolher o casal de estilistas David e Elizabeth Emanuel, ao invés de um grande nome da moda.

“Foi uma ocasião extraordinária, ela estava linda, ela estava divina e foi apenas um simples telefonema - faríamos a honra de fazer seu vestido de noiva”, contou David sobre o momento que recebeu a oferta em entrevista a Tatler em 2017.

Na época, a escolha foi vista como visionária, já que Diana optou por seguir com produtores ingleses que ainda não tinham tanta fama no mercado.

O desenho inicial já apontava para um modelo clássico da década de 1980: mangas bufantes e uma longa cauda. O detalhe chamou atenção, visto que a barra do vestido tinha nada menos que 7 metros, e foi a maior já vista em um casamento real. O tecido recebeu detalhes especiais, como 10 mil lantejoulas e pérolas.

Exposição "Royal Style In The Making" no Palácio de Kensington / Crédito: Getty Images

 

Uma das dificuldades enfrentadas pelos costureiros foi a perda de peso repentina da princesa. Na época, ninguém sabia que ela enfrentava a bulimia, assim, desde a primeira prova até a última, ela perdeu dez centímetros de cintura.

Para dar sua marca pessoal, o casal David e Elizabeth confeccionou a etiqueta do vestido em diamantes brancos e um objeto pequeno de ouro de 18 quilates. Um guarda-chuva também foi criado, caso o dia estivesse chuvoso. No total, a criação custou 90 mil libras, algo que hoje seria quase 700 mil reais.

O dia especial

David Emanuel revelou à Tatle que até o dia do casamento, o vestido foi mantido em um cofre. Até mesmo nas horas que antecedera a cerimônia havia uma preocupação para que a mídia não conseguisse chegar perto da roupa.

“No dia em que tínhamos tudo arrumado. Diana em um quarto, as damas de honra em outro. Foi um começo muito cedo. Barbara Daley estava lá fazendo sua maquiagem, enquanto seu cabelo estava enrolado. Na época ela era chamada de Di tímida e se ela falava alguma coisa, ficava vermelha. Ela era simplesmente mágica, muito especial”, contou o estilista, hoje divorciado de sua esposa Elizabeth, que era sua parceira nos negócios.

“Lembro-me de que Diana estava sentada em Clarence House assistindo a uma minúscula TV portátil e, pela janela, os guardas passavam marchando”, David acrescentou. “Ela desceu as escadas, foi um momento mágico quando seu pai olhou para ela e disse ‘Diana, você está linda’”.

De fato, aquele dia entrou para a história. Além da multidão que se aglomerava em frente à Catedral de St, Paul, em Londres, cerca de 75 milhões de pessoas acompanharam o casamento através de uma transmissão ao vivo na BBC.

Quatro décadas mais tarde, o vestido de noiva de Diana continua sendo um dos momentos mais marcantes da corte de Elizabeth II. A princesa do povo fez história, e deixou um legado no mundo da moda.


+Saiba mais sobre a família real britânica por meio das obras disponíveis na Amazon

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

The Queen: The Life and Times of Elizabeth II (Edição Inglês), de Catherine Ryan (2018) - https://amzn.to/2RhgNA7

God save the queen - O imaginário da realeza britânica na mídia, de Almeida Vieira e Silva Renato (2015) - https://amzn.to/2xTkiGd

Diana. O Último Amor de Uma Princesa, de Kate Snell (2013) - https://amzn.to/2TgHgPO

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7