Curiosidades » Inglaterra

Casamentos frustrados, morte e amantes: a vida íntima de Henrique VIII

Apesar de esconder muito bem seus casos amorosos, a obsessão sexual do monarca parecia insaciável. Afinal, quantas mulheres se envolveram com ele?

Fabio Previdelli Publicado em 04/04/2020, às 08h00

Foto do monarca Henrique VIII
Foto do monarca Henrique VIII - Domínio Público

Seria leve demais dizer que Henrique VIII teve uma vida conjugal um tanto quanto agitada. Desesperado por um herdeiro, ele anulou seu casamento com Catarina de Aragão para se juntar com a nobre e ambiciosa Ana Bolena.

Entretanto, a união gerou apenas uma filha e o monarca resolveu condenar e executar sua amada por adultério e traição. Assim, ele casou, novamente com Joana Seymour, que lhe deu o tão sonhado filho. Mas ela acabou morrendo no parto.

As esposas de Henrique VIII / Crédito: Wikimedia Commons

 

A fila real não demorou muito para andar, e logo Henrique estava casado com Ana de Cleves — a união durou apenas alguns dias. Sua quinta esposa, Catarina Howard, teve o mesmo destino de Ana Bolena. Por fim, ele acabou com Catarina Parr, que sobreviveu as loucuras obsessivas do monarca.

Porém, muito se engana quem pensa que as conturbadas relações do monarca bastaram apenas a essas seis mulheres, longe disso. Henrique VIII também investiu em alguns romances fora desse eixo. Dois desses casos são particularmente conhecidos por nós: Elizabeth Blount e Maria Bolena — irmã de Ana.

A relação com Bessie

Elizabeth Blount foi a primeira amante do rei. Ela nasceu em Shropshire, na Inglaterra, em 1502. Mais conhecida como Bessie, ela chegou a Corte como dama de honra da esposa do monarca, Catarina de Aragão. Foi assim que eles se aproximaram e, posteriormente, se envolveram amorosamente.

O relacionamento dos dois durou um tempo relativamente longo, em comparação com os outros amores do rei. Em julho de 1519, Blount deu à luz a Henrique Fitzroy. Mais tarde, ele foi criado como Duque de Richmond e Somerset — sendo o único filho fora do casamento reconhecido por Henrique VIII.

A paixão pela irmã de Ana Bolena

Irmã mais velha de Ana, Maria Bolena foi outra a se envolver com Henrique VIII. Em fevereiro de 1520, o monarca compareceu ao casamento de Maria com o mercador William Carey.

O momento exato em que Maria tornou-se amante do rei não é claro, mas sabe-se que tanto Ana quanto ela já eram conhecidas por Henrique por serem filhas de Tómas Bolena que, junto com o estadista Thomas Wolsey, haviam planejado a magnífica reunião anglo-francesa no Campo do Pano de Ouro.

Assim como não há uma certeza quando a união começou, tampouco se sabe quanto ela durou e como ela terminou. Muitos especulam que os amantes se separaram antes do nascimento de Henrique Carey — suposto filho de Maria com William —, em 1526.

Embora, muitos historiadores deixarem em aberto a possibilidade da criança ser herdeira do monarca, Maria Bolena jamais teve a mesma fama, riqueza e poder de Bessie.

Henrique Fitzroy, filho de Henrique VIII com Elizabeth Blount / Crédito: Wikimedia Commons

 

Mais tarde, em 1522, um casamento foi arranjado entre Bessie e Gilbert Tailboys, o 1.º Barão Tailboys de Kyme. Assim, ela se aposentou da Corte por um tempo e teve mais dois filhos. Seu marido morreu em 1530.

Após as perdas, ela se casou novamente com Edward Clinton, 1.º Conde de Lincoln. Por um breve momento, ela foi dama de companhia da quarta esposa de Henrique VIII, Ana de Cleves — mas, por problemas de saúde, ela deixou o cargo.

A maioria das outras mulheres que se envolveram com o monarca o conheceram enquanto o mesmo tentava ter um herdeiro com Catarina de Aragão. A primeira entre elas seria Ana Hastings, irmã do duque de Buckingham. O amigo íntimo de Henrique, William Compton, teria sido o intermediário desse affair, mas o caso teria acabado depois do monarca descobrir que Ana havia se envolvido com Compton.

Havia também a misteriosa Jane Popincourt — uma francesa, que foi professora de suas irmãs —, que foi impedida de entrar na França por Luís XII. Mas o romance entre ela e Henrique teria sido muito mais sigiloso, o que impediu que ele tivesse a mesma repercussão do de Bessie e de Maria Bolena.

O rei também teria se entrelaçado amorosamente com Maria Berkeley, que se casou, em 1526, com Thomas Perrot — que havia sido cavaleiro de Henrique. Acredita-se que Maria fazia parte da casa de Catarina, e que eles aproveitaram alguns momentos a sós para consumarem uma relação.

Ainda há outras mulheres que possivelmente se envolveram com o rei, mas por ele ser um homem muito particular e que sempre procurou tomar medidas para esconder seus rastros, é provável que todos os casos amorosos de Henrique VII jamais venham à tona.


++ Saiba mais sobre Henrique VIII por meio das obras disponíveis na Amazon:

As seis mulheres de Henrique VIII, Antonia Fraser, 2009 - https://amzn.to/2tNL9BV

A famosa história da vida do rei Henrique VIII: 30, William Shakespeare, 2016 - https://amzn.to/2S2wXNw

Os Ultimos Dias de Henrique VIII Conspirações, traições e heresias na corte do rei tirano, Robert Hutchinson, 2010 - https://amzn.to/2RznyxS

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W