Curiosidades » Mundo

Nos Estados Unidos, mulher que não produzia óvulos teve cinco bebês

Profissionais da saúde já haviam dito para Brenda Raymundo que ela infértil

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 23/08/2021, às 14h49

Fotografia dos cinco recém-nascidos
Fotografia dos cinco recém-nascidos - Divulgação / Brenda Raymundo / Arquivo Pessoal

Uma mulher do Texas, nos Estados Unidos, que tentava engravidar fazia mais de 3 anos e inclusive ouviu de médicos que era infértil, teve nada menos que cinco bebês no último mês de maio, segundo divulgado pelo The Sun e repercutido pelo UOL nesta segunda-feira, 23. 

Brenda Raymundo e Alejandro, ambos de 28 anos, finalmente tiveram os filhos que queriam após buscarem o auxílio de uma clínica de fertilidade em outubro de 2020.

A razão por trás da dificuldade de concepção do casal vinha da "Síndrome dos Ovários Policísticos", condição que acometia a norte-americana, a impedindo de produzir óvulos. 

Brenda e Alejandro durante a gravidez dela / Crédito: Divulgação / Brenda Raymundo / Arquivo Pessoal

 

Após fazer uso de um tratamento que estimulava a produção da célula reprodutiva por apenas dois meses, todavia, a estadunidense foi capaz de constatar que estava grávida. Foi apenas através de um exame feito na semana seguinte, contudo, que descobriu quantos fetos carregava no útero. 

“Ninguém espera ser informado em uma semana de que está grávida de um bebê e, na semana seguinte, descobrir que na verdade há cinco lá dentro”, contou a estadunidense em entrevista ao tabloide The Sun. 

"Os médicos disseram que eles nasceram com bons pesos para quíntuplos e também saudáveis, o que foi uma notícia incrível. Sentimo-nos muito sortudos", acrescentou Brenda ainda. 

Os nomes das cinco crianças que vieram ao mundo em 17 de maio são Alejandro, Lelani, Amara, Antonio, e Humberto