Curiosidades » Segunda Guerra

O Holocausto a partir de 5 obras de sobreviventes

Cerca de 6 milhões de judeus foram mortos durante a Segunda Guerra, entretanto, estima-se que este número seja muito maior

Victória Gearini Publicado em 22/01/2020, às 17h57

Entrada do campo de concentração de Auschwitz
Entrada do campo de concentração de Auschwitz - Getty Images

1. Uma Estrela na Escuridão, de André Bernardino e Gabriel Davi Pierin (2017) 

Crédito: Marsupial

 

Uma Estrela na Escuridão, de André Bernardino e Gabriel Davi Pierin conta a emocionante história de Andor Stern, o único sobrevivente brasileiro do Holocausto. Quando criança, seu pai foi transferido de emprego e se mudaram para a Hungria. Durante o trabalho foram surpreendidos por nazistas, que o levaram para o campo de concentração de Auschwitz. Atualmente o sobrevivente vive em São Paulo e dedica-se a conscientizar a sociedade sobre todas as atrocidades cometidas neste período.

2. Eu sobrevivi ao Holocausto, de Nanette Blitz Konig (2015) 

Crédito: Universo dos Livros

 

Nanette Blitz Konig, amiga de Anne Frank e também judia, teve sua infância interrompida quando foi enviada para o campo de concentração de Bergen-Belsen, localizado na Alemanha. Em sua obra, Eu sobrevivi ao Holocausto, a senhora relata todas as atrocidades que presenciou e que foi submetida. Atualmente, aos 90 anos, vive no Brasil e dedica-se a alertar o mundo sobre as crueldades do nazismo, que ainda hoje possui seguidores.

3. Última parada: Auschwitz - Meu diário de sobrevivência, de Eddy de Wind (2020)

Crédito: Planeta

 

Última parada: Auschwitz, escrito pelo médico judeu Eddy de Wind, conta a sua história e a de sua esposa, a enfermeira judia Friedel. O casal foi enviado para Auschwitz e separado em 1943. Quando a Alemanha foi invadida, Friedel foi obrigada a caminhar em direção à Alemanha, para encobrir os rastros nazistas, mas não sobreviveu a Marcha da Morte. Eddy conseguiu se esconder e escreveu o único livro inteiramente escrito dentro de um campo de concentração.

4. Sem lugar no mundo: Relato de uma livreira judia em fuga na Segunda Guerra Mundial, de Françoise Frenkel (2018)

Crédito: Bazar do Tempo

 

A autobiografia Sem lugar no mundo: Relato de uma livreira judia em fuga na Segunda Guerra Mundial, conta a história de Françoise Frenkel, que teve seu sonho destruído por conta do nazismo. Em 1921, Françoise Frenkel abriu a primeira livraria francesa de Berlim, chamada La Maison du Livre. Seu estabelecimento se tornou conhecido e frequentado por diversos artistas, diplomatas, celebridades e poetas. No entanto, em 1938, a jovem é obrigada a fugir do país e consegue sobreviver ao Holocausto com a ajuda de estranhos.

5. O Pianista, de Wladyslaw Szpilman (2007) 

Filme O Pianista, dirigido por Roman Polanski / Crédito: Wikimedia Commons

 

Uma das maiores obras é O Pianista, do judeu Wladislaw Szpilman, que sobreviveu ao gueto de Varsóvia, revelando sua esperança, sofrimento e vitória. Publicada originalmente em 1946, na Polônia, a obra não fez tanto sucesso, até que no final dos anos 90 foi traduzida para o inglês e posteriormente ganhou uma versão para os cinemas, dirigida por Roman Polanski. Infelizmente, Szpilman morreu em 2000, antes de ver sua autobiografia se tornar mundialmente famosa.


+Saiba mais sobre estas obras:

1. Uma Estrela na Escuridão, de André Bernardino e Gabriel Davi Pierin (2017) - https://amzn.to/2RAUVza

2. Eu sobrevivi ao Holocausto, de Nanette Blitz Konig (2015) - https://amzn.to/3avn9Uy

3. Última parada: Auschwitz - Meu diário de sobrevivência, de Eddy de Wind (2020) - https://amzn.to/37gUKzB

4. Sem lugar no mundo: Relato de uma livreira judia em fuga na Segunda Guerra Mundial, de Françoise Frenkel (2018) - https://amzn.to/2RBwFNg

5. O Pianista, de Wladyslaw Szpilman (2007) - https://amzn.to/38pTfPC

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.