Curiosidades » Personagem

O menor homem de todos os tempos: Chandra Bahadur Dangi

Medindo 54,6 centímetros, o nepalês viajou o mundo por causa de sua condição e foi considerado o menor homem que já viveu pelo Guinness World Record

Alana Sousa Publicado em 10/10/2020, às 09h00

Chandra Bahadur Dangi com sua placa do Guinness World Record
Chandra Bahadur Dangi com sua placa do Guinness World Record - Wikimedia Commons

Em uma pequena aldeia isolada, no distrito de Dang, no Nepal, vivia um homem que sempre atraiu os olhares por onde passava. Com sua personalidade cativante, Chandra Bahadur Dangi viria a ser conhecido, anos depois, por lugares bem distantes daquela humilde vila. A razão é, no mínimo, curiosa: ele foi reconhecido como o menor homem da História.

Nascido em 1939, Dangi era de uma família grande, com sete irmãos, três deles tinham menos de 1,20 m de altura, enquanto os demais, atingiam apenas uma altura mediana. Entretanto, nada se comparava a ele, com apenas 54,6 centímetros — e pesando 14,5 quilos —; sua condição de nanismo primordial não permitia que seu corpo se desenvolvesse como deveria.

Por grande parte de sua vida, os lugares que conhecia se limitava as redondezas de Reemkholi. Seu maior sonho era viajar pelo mundo, algo que era quase impossível, devido à pobreza de sua família. Mal sabia ele que muitos anos depois, conheceria diferentes locais do globo, e seria celebrado em todos eles.

[Colocar ALT]
Chandra Dangi / Crédito: Wikimedia Commons

O menor homem de todos os tempos

Ano após ano, o sonho de Chandra ia caindo em esquecimento, ainda mais quando completou 70 anos, já não tinha mais esperança de uma vida diferente, mais atraente. Pensava estar fadado àquela região, que contava com apenas 200 casas.

Até que, em 2012, quando já tinha 72 anos, foi notado enquanto andava pelas ruas do Nepal. Sua altura era impressionante, e foi convidado pelo Guinness World Records para viajar à Kathmandu, capital do país, para que juízes do famoso livro mundial de recordes o medissem.

O resultado foi surpreendente: 54,6 centímetros. Isso fez com que Dangi desbancasse o, até então, dono do recorde de menor homem vivo, Junrey Balawing, que tinha 59 centímetros. Não só de homem vivo o recorde de Chandra abrangia, até aquele momento, o homem mais baixo da História que se tinha conhecimento era Gul Mohammed, de 57 centímetros. Entretanto a marca sempre pertenceu à Bahadur, que só não havia sido incluído no livro antes, pois, não se sabia de sua existência.

Rapidamente, Dangi se tornou uma figura conhecida mundialmente, o que para ele era maior do que tinha sonhado a vida toda. Durante a cerimonia oficial que lhe concedeu o título mundial, em fevereiro de 2012, o nepalês disse: “Estou extremamente orgulhoso de representar o Nepal em todo o mundo”.

Chandra Dangi e Jyoti Amge / Crédito: Divulgação

 

Sua foto tinha viralizado na internet e todos tinham conhecimento de sua existência. Sua fama aumentou mais ainda no encontro inesquecível entre Chandra e Jyoti Amge, a indiana conhecida por ser a menor mulher do mundo, com 62,8 centímetros. Uma fotografia marcou aquele momento histórico. Em outra ocasião, Dangi conheceu, em um evento ocorrido em Londres, o homem mais alto do mundo, Sultan Kösen, com a chocante altura de 2,51 metros.

Após viajar pelo mundo, Chandra integrou a equipe do Circo Mágico de Samoa. Foi assim que passou os últimos dias, dando alegria para aqueles que sonhavam em vê-lo pessoalmente. Os anos de glória duraram pouco, em 2015, Dangi teve sua morte anunciada.

Sofrendo de pneumonia, ele veio a óbito no Lyndon B. Johnson Tropical Medical Center em Pago Pago, capital da Samoa Americana. Sua morte entristeceu o mundo, em comunicado o Guinness World Record definiu Chandra da melhor maneira possível: “Ele será lembrado para sempre como um recordista icônico e extraordinário”.


+Saiba mais sobre o tema por meio das obras abaixo, disponíveis na Amazon:

A Arte de Ganhar Dinheiro, de P. T. Barnum (eBook) (2019) - https://amzn.to/2yDWWVF

La Vénus Hottentote, de Claude Blanckaert (2013) - https://amzn.to/3dxhuht

Exile Child: Sarah Bartmaan The Hottentot Venus, de Suzanne Franco (eBook) - https://amzn.to/2YSeqID

O Circo do Dr. Lao, de Charles G. Finney (2011) - https://amzn.to/39Dttry

Geek Love: Todos nós temos um lado freakshow, de Katherine Dunn (2018) - https://amzn.to/3dCtJtQ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W