Curiosidades » Marte

O que são as 'rachaduras' de Marte?

A Agência Espacial Europeia divulgou recentemente imagens curiosas da superfície marciana

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 10/05/2022, às 16h30

Superfície marciana
Superfície marciana - Divulgação/ ESA

A sonda Mars Express, enviada até a órbita marciana pela Agência Espacial Europeia (ESA), capturou imagens impressionantes do relevo de Marte.

Uma das caraterísticas mais marcantes da região do planeta a ter sido registrada é a presença de imensas e numerosas fissuras riscando a superfície, que se assemelham a "rachaduras" ou "arranhões".

O órgão explicou em um comunicado publicado no fim do mês de abril que as estruturas geológicas são nomeadas de "tantalus fossae" e foram causadas pela formação de um vulcão na área, evento que esticou e partiu o terreno ao redor. 

Imagem da superfície marciana / Crédito: Divulgação/ ESA

História de Marte

Através da análise das falhas geológicas, os especialistas da ESA encontraram uma maneira de determinar a linha do tempo por trás de outro aspecto do relevo local: a existência de crateras. 

Acredita-se que essas estruturas [as crateras] se formaram não ao mesmo tempo, mas uma após a outra", explicou o comunicado da agência, segundo repercutido pela revista Galileu. 

Através da relação entre essas áreas rebaixadas da superfície marciana com as fissuras que as cercam, é possível descobrir quais são mais velhas (de antes do surgimento do vulcão, por exemplo), e quais foram criadas mais recentemente.