Curiosidades » Personagem

O reinado de Nicolau II em 10 fatos trágicos

Detestado pela população durante sua breve vida, o último imperador da Rússia teve um fim trágico ao lado de sua família

Caio Tortamano Publicado em 06/02/2020, às 08h00

Nicolau II
Nicolau II - Divulgação

1. Tornou-se Czar aos 26 anos

Nicolau II, último imperador da Rússia, assumiu depois da morte de seu pai, Alexandre III, quando ele tinha 49 anos. Ele, por sua vez, assumiu depois que o avô de Nicolau, Alexandre II, foi assassinado.

2. O assassinato do avô 

Alexandre II foi assassinado em primeiro de março de 1881 durante uma viagem para a capital russa. Porém, foi somente dentro do Palácio de Inverno da família imperial que ele viria a morrer em decorrência das feridas que uma bomba causou nele.

Czar Alexandre II / Crédito: Wikimedia Commons

 

Nicolau, com 13 anos, viu seu avô extremamente ferido e moribundo.

3. Coroação trágica

Coroado em 1896, um grande festival estava marcado para acontecer em Moscou com o objetivo de comemorar o episódio . No entanto, a falta de comida para a população presente gerou uma grande agitação levando ao pisoteamento de centenas de pessoas. Na mesma noite, o monarca compareceu a um baile luxoso, como se nada tivesse acontecido, o repercutiu negativamente entre os russos.

4. Domingo Sangrento

Em 1905, uma lista de mudanças sugeridas pela classe trabalhadora deveria ter sido entregue pacificamente por manifestantes desarmados. No entanto, os soldados da guarda imperial abriram fogo nos civis, matando e ferindo aproximadamente 1.000 pessoas.

O massacre do Domingo Sangrento em São Petersburgo / Crédito: Wikimedia Commons

 

Por mais que a ordem dos tiros não tenha vindo de Nicolau, ele foi tido como culpado pela população.

5. Criou a Duma Federal com medo do povo

Depois do Domingo Sangrento, uma série de revoltas foram iniciadas no país. Como forma de amenizar a situação, Nicolau criou a Duma Federal, um órgão legislativo que servia para representar as classes populares. Era inútil: o czar manteve todos seus poderes autocratas.

6. Nobel da Paz 

O czar / Crédito: Divulgação/Klimblim

 

Devido a sua tentativa malsucedida de acabar com a corrida armamentista e solucionar disputas internacionais na Convenção Hague de 1899, o czar foi nomeado ao prêmio  dois anos depois. A convenção não deu certo devido a desconfiança que existia entre os líderes das potências europeias.

7. O fracasso nas batalhas

Mesmo após diversas derrotas, Nicolau insistiu que os russos continuassem batalhando contra os japoneses depois que os asiáticos atacaram Port Arthur, ao leste da Ásia.

Desenho japonês mostrando a destruição de um navio russo / Crédito: Wikimedia Commons

 

O czar acreditava que os japoneses eram inferiores e tinham menos poder militar. Só cessou os ataques em 1905, quando a Rússia já havia sido diversas vezes humilhada nos campos de batalha.

8. A Rússia na Primeira Guerra

Nicolau II aprovou a mobilização de 1914, aumentando o número de militares do país de 1,4 milhões de soldados para 3,1 milhões. Ao decorrer do conflito, mais de 3 milhões de russos foram mortos, e o czar foi responsabilizado novamente pelo fracasso.

9. A execução brutal

Crédito: Divulgação/Klimblim

 

A execução da família imperial foi um dos momentos mais marcantes e importantes da história da Revolução Russa. Assassinados pelos bolcheviques, a morte dos czares representou a queda do regime no país e o início do plano socialista soviético. Seus corpos permaneceram sumidos por muito tempo, até serem encontrados depois dos esforços de um historiador russo.

10. Canonizado depois de morto

Os cadáveres dos Romanov foram encontrados na década de 80, e não demorou para que a Igreja Ortodoxa da Rússia considerasse toda a família como santos. Com o título de Portador da Fé.


+Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo:

Nicolau e Alexandra: O relato clássico da queda da dinastia Romanov, de Robert K. Massie (2014) - https://amzn.to/2vaHCOo

O último tsar: Nicolau II, a Revolução Russa e o fim da Dinastia Romanov, de Robert Service (2018) - https://amzn.to/2SkmrRM

Os Romanov: O fim da dinastia, de Robert K. Massie (2017) - https://amzn.to/3832NQU

Os três imperadores: Três primos, três imperadores e o caminho para a Primeira Guerra Mundial, de Miranda Carter (ebook) - https://amzn.to/2tyAieX

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.