Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Curiosidades / Os Estranhos

Os Estranhos: Diretor do filme teve a casa invadida na vida real

Diretor de Os Estranhos, filme que narra invasão a domicílio e violência, relatou ter vivido um episódio semelhante à ficção

por Thiago Lincolins

tlincolins_colab@caras.com.br

Publicado em 21/05/2024, às 16h16

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cena de Os Estranhos (à esqu.) e o diretor Renny Harlin (à dir.) - Divulgação e Reprodução/Vídeo/Youtube
Cena de Os Estranhos (à esqu.) e o diretor Renny Harlin (à dir.) - Divulgação e Reprodução/Vídeo/Youtube

Para os fãs de filmes de terror e suspense, a franquia "Os Estranhos", sem dúvidas, é uma das mais famosas. Com mais um longa prestes a ser lançado nos cinemas brasileiros na próxima semana, a história gira em torno de três criminosos mascarados que invadem uma residência e fazem vítimas. 

Assim como a maioria dos filmes do gênero, "Os Estranhos" não é baseado em uma história verdadeira, entretanto, o diretor da franquia, Renny Harlin, já viveu uma situação perturbadora que muito se assemelha a história do longa.

Durante entrevista à People, ele disse que, nos anos 2000, acordou com o barulho de alguém mexendo na maçaneta da porta de seu quarto. Na ocasião, ele se encontrava no cômodo com o seu cachorro.

O episódio perturbou o animal, que passou a rosnar e latir. "Então ouvi alguém se virar do lado de fora da porta do meu quarto e começar a fugir". 

Assustado com o episódio, Harlin disse que abriu a porta e passou a perseguir o intruso em questão.

"Alguém conseguiu abrir meus portões e ao lado do meu carro está uma caminhonete", disse ele, que lembra ter visto "dois caras correndo para fora das portas, e eles mergulharam na traseira da caminhonete e ela decolou como nos filmes – literalmente com o pneu soltando fumaça". 

Durante a invasão, a porta de sua casa estava aberta e todas as luzes acesas. Ele decidiu perseguiu os criminosos com o próprio automóvel, entretanto, foi aconselhado pelas autoridades a retornar. De qualquer maneira, Renny perdeu a caminhonete de vista.

"A única coisa que me salvou", disseram-lhe as autoridades na época, "foi meu cachorro". Harlin explica: "Eles disseram: 'Agradeça ao seu cachorro porque muito provavelmente ele acabou de salvar sua vida".

Felizmente, nada foi roubado da casa do diretor, contudo, o caso não foi solucionado. Ele também não voltou a viver naquela local. 

"Foi potencialmente fatal, mas escapei com muito poucos danos. É definitivamente algo que percebi que me acompanha desde então. Onde quer que eu more, sempre que estou em uma casa, certifico-me extremamente de que haja uma iluminação realmente boa do lado de fora para não haver chance de alguém se esconder na escuridão e olhar para dentro da casa", explicou ele.