Curiosidades » Bizarro

Oscar, o gato de estimação que teria "previsto" a morte de 100 pessoas

O felino ficou famoso após um artigo sobre as suas previsões ter sido publicado no New England Journal of Medicine

Victória Gearini Publicado em 08/07/2020, às 17h25

Oscar, o gato que prevê mortes
Oscar, o gato que prevê mortes - Divulgação / Youtube / Lado Medonho

Desde 2005, o gato Oscar vive no Centro de Enfermagem e Reabilitação Steere House em Rhode Island, nos Estados Unidos, no entanto, o felino ficou famoso em 2007, quando foi apresentado em um artigo do geriatra David Dosa, no New England Journal of Medicine. De acordo com o especialista, o bichano é capaz de prever a morte de pacientes terminais. 

Oscar foi um dos seis gatos adotados, em 2005, pelo Centro de Enfermagem e Reabilitação Steere House. Diferente de outros hospitais, neste centro de reabilitação é permitida a instalação de animais de estimação. O local abriga os mais diversos pacientes, entre eles, pessoas com Alzheimer, doença de Parkinson e outras doenças de estágio terminal. 

Segundo o médico, o felino não é muito sociável, no entanto, cerca de seis meses depois que chegou à Steere House, funcionários perceberam que quando algum paciente estava prestes a morrer, Oscar mudava seu comportamento. O animal deitava-se próximo ao morador, como se estivesse o confortando antes de morrer. 

De acordo com a médica da Steere House, Joan Teno, Oscar sempre aparece duas horas antes de algum paciente vir a óbito. Assim que os funcionários perceberam o estranho comportamento do animal, passaram a ligar para os familiares dos pacientes para que pudessem se despedir de seus entes queridos.

Até hoje acredita-se que o felino tenha previsto, com exatidão, a morte de 100 pessoas. O fato ganhou as manchetes internacionais em 2007, depois que o New England Journal of Medicine publicou o artigo do médico David Dosa.

A ciência explica

Tanto Teno quanto Dosa acreditam que Oscar reage ao cheiro de substâncias químicas liberadas pelo organismo quando alguém morre. Após o bichano se tornar uma celebridade, a CBS News consultou diversos especialistas que confirmaram estas hipóteses e sugeriram, ainda, que o animal perceba a quietude do ambiente em que os pacientes em fase terminal se encontram. 

Para os especialistas entrevistados pela CBS News, Oscar não tem o poder de prever a morte, muito menos o futuro, portanto, trata-se de um fenômeno natural que alguns animais mais sensíveis a percepções conseguem sentir. O fato é que o bichano ficou mundialmente famoso e recebeu inúmeras homenagens em produções cinematográficas, musicais e literárias.


+Saiba mais sobre a Ciência por meio de grandes obras disponíveis na Amazon:

O Grande Livro de Ciências do Manual do Mundo, de Workman Publishing (2019) - https://amzn.to/37HLUvK

O livro da ciência, de Vários Autores (2016) - https://amzn.to/3eiQHpW

A História da Ciência Para Quem Tem Pressa, de Nicola Chalton e Meredith Mac Ardle (2017) - https://amzn.to/3ejGOrU

O que é Ciência afinal?, de Alan F. Chalmers (1993) - https://amzn.to/2zNHpTV

A gaia ciência, de Friedrich Nietzsche  (2012) - https://amzn.to/3eoM6Ti

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W