Curiosidades » Personagem

Palácio de 147 milhões de dólares: como vive Bill Gates, o segundo homem mais rico do mundo

Com 24 banheiros, o fundador da Microsoft tem uma mansão que já causou até disputa entre os funcionários da companhia

Wallacy Ferrari Publicado em 12/04/2020, às 08h00

Bill Gates (à esq.) junto a uma imagem aérea de sua residência (à dir.)
Bill Gates (à esq.) junto a uma imagem aérea de sua residência (à dir.) - Wikimedia Commons / Bing Maps

Com um saldo bancário de doze dígitos, Bill Gates é o detentor do segundo maior patrimônio líquido do planeta e faz questão de viver de acordo com o título que tem. De acordo com o ranking da Bloomberg, o fundador da Microsoft tem uma fortuna de 99,2 bilhões de dólares no início de 2020. Seus números não impressionam apenas no mercado de investimento, mas também nos hábitos pessoais.

Com mais de 6 mil metros quadrados, sua residência em Washington foi feita sobre medida para os anseios do bilionário. O terreno foi adquirido em 1988 por 2 milhões de dólares e levou sete anos para ser construído, com 300 trabalhadores da construção civil e 100 eletricistas. Para fazer as estruturas de madeira, foram necessários cerca de meio milhão de pés de Pseudotsuga menziesii, pinheiro originário das regiões costeiras dos EUA.

Com gastos que chegaram a 63 milhões de dólares, a mansão batizada como Xanadu 2.0, em homenagem a obra Cidadão Kane, possui 7 dormitórios e cômodos preparados para as visitas. Todo visitante recebe um controle, com um pino de detecção de movimento, que é notado pelos sensores por toda a residência. Assim, podem escolher a temperatura, iluminação e música que querem ouvir.

Fotografia com a residência e uma lancha pertencente a Gates / Créditos: jeffwilcox / Flickr

 

Os sensores, instalados de maneira oculta atrás de janelas e papéis de parede permitem que as configurações escolhidas acompanhem a pessoa que a selecionou por toda a casa, de maneira que esteja o mais confortável possível. A localização da residência, próxima ao natural e úmido, possibilita que o ambiente seja facilmente controlado para uma configuração artificial.

A música, uma das paixões de Gates, é prioridade na estrutura. Sua piscina tem um prédio próprio com um sistema de som subaquático, possibilitando Gates a ouvir Weezer e U2 — suas bandas preferidas — até embaixo d’água. Próximo as instalações, há uma sauna de cabine, uma sauna a vapor e vestiários para homens e mulheres, separados. Porém, a maior surpresa é uma sala repleta de trampolins.

Outra modalidade de arte que Bill Gates faz questão de manter por perto são as artes visuais. Em sua residência, existe um dispositivo, encomendado por Gates por 150 mil dólares, que armazena, conserva e expõe as obras de seu acervo.

Com apenas alguns botões, é possível substituir a obra por outra através de um mecanismo digital. Sua coleção conta com o Codex Leicester, de Leonardo da Vinci, e Lost on the Grand Banks, de Winslow Homer, que custaram, cada uma, mais de 30 milhões de dólares.

Codex Leicester (à esq.) e Lost on the Grand Banks (à dir.) / Créditos: Wikimedia Commons

 

A sétima arte não fica de fora; há um cinema com sistema de som Surround 5.1 preparado para receber até 20 pessoas. Um outro ambiente da casa pode receber ainda mais pessoas: o salão de festas, preparado para jantares com 150 convidados ou convenções de até 200 pessoas. A garagem pode receber até 23 carros.

A atenção maior de Bill, por incrível que pareça, é para uma árvore. De acordo com o The Richest, uma das árvores que cresceu junto com a construção da residência é o item favorito de Bill. Após a conclusão, o bilionário fez questão de instalar sensores, monitoramento 24 horas e até um sistema para verificar a saúde da árvore, regando automaticamente conforme a necessidade da mesma.

A comentada residência de Bill chegou a ser motivo de disputa entre os funcionários da Microsoft para ser visitado. Em uma ocasião, o empresário abriu um leilão para levantar fundos para sua instituição de caridade. Um funcionário da empresa arrematou a visita guiada por 35 mil dólares. Junto ao chefe, o funcionário pôde, pelo menos por alguns momentos, sonhar em ter a vida dos sonhos na casa planejada.


+Saiba mais sobre Bill Gates e a Microsoft em obras disponíveis na Amazon:

Bill Gates: The Man Behind Microsoft, por JR MacGregor (2017) - https://amzn.to/2VdKumR

Bill Gates - O Nerd Bilionário, por Leia Negócios (2019) - https://amzn.to/3e5tyHH

A Estrada do Futuro, por Bill Gates (2015) - https://amzn.to/2x8rKgG

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du