Curiosidades » Egito Antigo

De cima a baixo: Como os egípcios mumificavam os corpos?

Com mais de 3 mil anos de idade, o elaborado ritual contava com passos minuciosos, inspirados nas características do deserto

Maria Carolina Cristianini Publicado em 26/09/2021, às 09h00

Fotografia de uma múmia no Museu Britânico
Fotografia de uma múmia no Museu Britânico - Klafubra/ Creative Commons/ Wikimedia Commons

Para os afortunados do Egito Antigo, a ideia de seus corpos serem sepultados em um buraco no chão era basicamente impossível. Por lá, acreditava-se no ka, uma força que continuava após a morte — desde que o corpo fosse bem conservado.

Para isso, usava-se uma técnica minuciosa, inspirada no deserto. Após observar que a areia quente e o ar seco preservavam os mortos, os egípcios criaram um método de dissecação e mumificação acompanhado de um ritual religioso.

As primeiras múmias conhecidas são de 3000 a.C. Privilégio dos monarcas, demorou 800 anos até que o processo se estendesse a qualquer um que pudesse pagar. E nem só humanos eram mumificados. Em janeiro de 2020, cães foram encontrados em El Faiyum, um oásis a 80 quilômetros do Cairo. “Era uma forma de homenagear animais de estimação”, explica o historiador Julio Gralha, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro.

As últimas múmias são do século 4 d.C.. A influência romana e o avanço do cristianismo podem ter encerrado a prática. Confira o passo a passo da mumificação:

1. Limpeza geral

O corpo era levado para tendas ao ar livre, em um lugar chamado Ibu (local de purificação), na margem oeste do rio Nilo, onde ficavam os cemitérios. Ali, o cadáver era entregue a sacerdotes. Em uma mesa inclinada para coletar fluidos, então, era lavado com vinho de palma e água do rio.


2. Adeus, vísceras

O sacerdote Ut removia os órgãos por um corte do lado esquerdo do abdômen. Ao fim do procedimento só sobrava o coração. Pulmões, intestinos, estômago e fígado, por outro lado, eram colocados em recipientes especiais. O resto dos tecidos era jogado no rio Nilo — incluindo o cérebro, que era retirado pelas narinas.

Fotografia de jarros egípcios / Crédito: Divulgação/ Pixabay/ lakewooducc

 


3. Guardiões

Os órgãos mais importantes eram armazenados em vasos. Eles representavam os quatro filhos de Hórus, deus dos céus: Duamutef (cachorro) cuidava do estômago; Qebehsenuf (falcão), dos intestinos; Hapi (babuíno), dos pulmões; e Amset (humano), do fígado.


4. Sal até as entranhas

Com o cadáver livre das vísceras, começava o processo de desidratação, feito com natrão, um tipo de sal mineral muito comum na região. O corpo era preenchido e envolvido com esse sal e permanecia assim por 40 dias.


5. Recheio seco

Após a desidratação, havia nova lavagem com água do Nilo e aplicação de substâncias aromáticas e óleos para aumentar a elasticidade da pele. Para não ficar deformado, o corpo era recheado com serragem e plantas secas. Só então recebia até 20 camadas de tiras de linho engomado.

Ilustração de um dos últimos passos do processo de mumificação / Crédito: Divulgação/ Luiz Iria

6. Da cabeça aos pés

A sequência para enrolar o linho começava pela cabeça, continuava pelas mãos (a direita primeiro) e depois pelos pés (na mesma ordem). O sacerdote Hery-Seshta usa uma máscara de Anúbis, deus dos mortos. As bandagens recebiam resina líquida que as mantinha unidas. Enfaixada e protegida, a múmia era devolvida à família e sepultada.


+Saiba mais sobre o Egito Antigo através dos livros abaixo

O Livro dos Mortos do Antigo Egito, de E. A. Wallis Budge (2019) - https://amzn.to/2vzXF8o

Egito Antigo, de Stewart Ross (2005) - https://amzn.to/2vzQa1b

Desvendando O Egito, de Sergio Pereira Couto (2008) - https://amzn.to/3aZcz8l

As Dinastias do Antigo Egito, de Charles River Editors (2019) - https://amzn.to/2u7EjXV

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited — Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W